Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Meta de recensemento elevada para 15 mil jovens

A meta de recenseamento de jovens para o cumprimento do serviço militar obrigatório, para a província de Nampula, sofreu uma alteração quando neste momento passam Dezanove dias desde que o processo arrancou a escala nacional. Inicialmente previsto para inscrever 14 mil mancebos a meta conheceu um acréscimo de mais mil jovens em idade militar.

A decisão tomada pelo ministério da defesa nacional de alteração do efectivo de mancebos a recensear, no presente ano, tem como fundamento o facto de Nampula ter suplantado a meta que tinha sido atribuída em 2009, segundo o justifica o delegado do Centro de Mobilização e de Recenseamento, naquela província nortenha, Carlos Lamina.

A fonte considera que a província tem condições para cumprir, com sucesso, a meta de inscrever 15 mil mancebos, até 27 de Fevereiro próximo, data prevista para o termino do processo, em todo o país. Avançou que a sua instituição já tem planos concretos no sentido de tornar possível o desafio de cumprir a meta ora acrescida, explicando que a criação de brigadas moveis que vão fazer a inscrição de jovens em idade prestar o serviço militar nas escolas de nível secundário, em toda a província, poderá ser uma solução viável. Tais brigadas estarão posicionadas nas escolas secundarias das sedes distritais por um período de Quinze dias.

Igual período vão obedecer nas escolas que leccionam o nível secundário geral localizadas nas sedes de posto administrativo. Na cidade de Nampula, uma brigada móvel será posicionada na Escola Secundaria de Nampula com idêntico objectivo. Segundo Carlos Lamina, essa estratégia visa, fundamentalmente, criar facilidades aos jovens que frequentam tais estabelecimentos para a sua inscrição. Desde que iniciou o processo de recenseamento de mancebos para o cumprimento do serviço militar obrigatório a província de Nampula inscreveu já cerca de Três mil jovens.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!