Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Meliantes criam pânico no bairro Central, em Maputo

Um grupo composto por cinco malfeitores, munidos de armas de fogo, no bairro central, arredores da cidade de Maputo, introduziram-se num parque de vendas onde apoderaram-se dos bens das pessoas que, na altura, encontravam-se no local e assim como roubaram um carro de marca Toyota surf e, de seguida, puseram-se em fuga.

O porta-voz do comando da polícia da república de Moçambique, na cidade de Maputo, Orlando Modumane, revela que o facto ocorreu durante o dia, quando os citadinos encontravam-se a praticar a sua actividade informal, naquele bairro, apesar disso, os homens da lei e ordem estão a efectuar diligências com vista a neutralizar os malfeitores.

Ainda no período em análise foram detidos 65 indivíduos, dos quais cinquenta e cinco cometeram crimes contra propriedades, nove contra pessoas e 1 do tipo roubo perpetrado no bairro central, este último ainda a realizarem-se diligências para o seu devido esclarecimento.

No que diz respeito aos acidentes de viação, foram registados 18 acidentes de viação contra 8 do igual período do ano anterior, dos quais doze do tipo atropelamento e quatro do tipo carro-peão e dois do tipo choque entre carros, em consequência destes acidentes, seis pessoas perderam a vida, dez ficaram grave e ligeiramente feridas.

Modumane aponta o excesso de velocidade, choque entre carros e a não observância das mais elementares regras de trânsito como sendo as prováveis causas da sinistralidade nas estradas da capital moçambicana, o que está a preocupar sobremaneira a corporação e apela para que se observe o cumprimento das normas, através duma condução na defensiva.

A fonte conta ainda que foram neutralizados sessenta e dois estrangeiros no aeroporto internacional de Mavalane, na cidade de Maputo, onde trinta e nove dos quais traziam consigo passaportes com vistos falsos e os restantes vinte e três foram repatriados para os seus países de origem, por não ter conseguido esclarecer a sua vinda ao país e o que vinham ca fazer.

Apesar dos números de acidentes de viação serem assustadores nas estradas da capital, afirmam que não vão descansar enquanto não alcançarem o seu principal objectivo que passa por disciplinar os automobilistas, visando reduzir o índice de sinistralidade.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!