Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Meconta vai perder o estatuto de maior produtor de castanha de caju

O governo da província de Nampula, representado pelo delegado do Instituto Nacional de Caju, Emídio Furede, veio a público afirmar que aquele ponto do país vai perder o estatuto de maior produtor da castanha de caju este ano devido a vários fenómenos, sobretudo naturais.

Furede fez saber que os vendedores de castanha de caju nas estradas podem até certo ponto estarem a influenciar a fraca contabilização do produto, porque a amêndoa que vendem não passa pelos registos.

Na campanha 2011/12, Nampula conseguiu uma cifra considerável ao comercializar mais de 55.115 mil toneladas de castanha de caju, algo que não acontecia desde a independência nacional, tendo neste ano decrescido em 22 por cento.

Para repor estes valores, a província de Nampula tem nos seus viveiros pouco mais de um milhão de mudas de cajueiros em sete locais de produção, nomeadamente Nassuruma, Liupo, Chalaua, Nachili, Nametil, e nos distritos de Meconta, Mogincual, Moma, Angoche, Mogovolas, Monapo e cidade de Nampula, cuja distribuição decorre deste o mês de Março.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!