Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

mcel adopta “mão dura”

Um novo sistema de gestão do ciclo de pagamentos, por parte da mcel, passou a funcionar a partir do corrente mês de Janeiro, tendo como nova funcionalidade o barramento da emissão de chamadas e posterior suspensão automática das linhas, com saldos por regularizar no serviço pós-pago.

Segundo uma fonte da Direcção de Serviço a Clientes desta primeira operadora de telefonia móvel moçambicana, a empresa introduziu uma nova plataforma, a qual permite, após expirar a data-limite do pagamento, assim como das acções subsequentes de notificação aos clientes nesta situação, o barramento das linhas devedoras, de forma automática e anónima, em relação a facturas não regularizadas.

“Os barramentos de emissão e suspensão das linhas deixarão de ser feitos manualmente, como acontecia até recentemente. O novo sistema informático terá capacidade para proceder à suspensão imediata das linhas devedoras, após se ultrapassar o prazo de pagamento”, explica Cláudio Chiche, Director de Serviço a Clientes da Moçambique Celular.

Sem revelar números, o responsável comercial da mcel afirma que a empresa vinha registando “valores insuportáveis” de dívidas por parte de alguns clientes que não saldavam os seus compromissos para com a operadora. Actualmente, a produção de facturas na mcel tem dois ciclos mensais, as que são liquidadas até ao dia 5 e dia 20 de cada mês.

“Os clientes que não fizerem os pagamentos até essas datas passam para uma situação de devedores com facturas fora do prazo. A primeira etapa é o envio de uma notificação automática ao cliente devedor, informando-o da existência de facturas por regularizar, por via de SMS. Após isso, e expirado o prazo, o novo sistema procede ao corte automático da linha devedora, sofrendo de início o barramento da emissão de chamadas, mantendo-se apenas a faculdade de recepção das mesmas”.

Caso se mantenha o incumprimento, o sistema está então programado para efectuar o corte definitivo do número, deixando de emitir e receber chamadas por falta de pagamento, sendo as dívidas remetidas ao Departamento Jurídico para procedimentos legais subsequentes.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!