Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Material de votação já nas capitais provinciais

O Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) garantiu que grande parte do material de votação já se encontra nas capitais provinciais, com excepção da zona Sul do pais, que estará coberta até ao dia 18 do corrente mês. De acordo com o director-geral deste órgão, Felisberto Naife, que falou na quinta-feira numa conferência de imprensa, em Maputo, depois do dia 18 iniciará a distribuição do material pelos distritos e localidades. Para as zonas de difícil acesso, o STAE vai socorrerse de quatro helicópteros alugados, que deverão estar no país na próxima segundafeira, 19 de Outubro.

“Os materiais de votação estão nas capitais provinciais e até o dia 18 esperamos cobrir todas as capitais da zona Sul do país e aí teremos dez dias para distribuir pelos distritos e localidades”, disse, acrescentando que “estão a ser criadas todas as condições logísticas para as eleições e nas zonas de difícil acesso iremos utilizar quatro helicópteros”.

Naife disse que ao longo desta semana esteve pessoalmente na África do Sul a acompanhar o processo de empacotamento do material de votação, nomeadamente urnas transparentes, boletins de voto, formulários para folhas de resultados, actas das assembleias de voto e cabines de votação, tinta indelével, bem como candeeiros para as zonas que não têm energia eléctrica.

A cumprirem-se os prazos estabelecidos pelo STAE, os erros cometidos nas eleições gerais de 2004, em que alguns postos de votação não receberam nenhum material e nenhum cidadão eleitor teve oportunidade de exercer o seu direito de voto, não terão lugar. Na mesma conferência de imprensa, Naife revelou que na sextafeira inicia a segunda fase de formação dos Membros das Mesas das Assembleias de Voto, envolvendo 100 mil pessoas.

Dos 100 mil formandos, apenas serão recrutados 88.858 Membros das Mesas das Assembleias de Voto, que vão trabalhar nas 12.694 postos de votação espalhados pelo país. O director-geral do STAE fez saber, ainda, que na última quarta-feira terminou a formação de formadores dos Membros das Mesas das Assembleias de Voto para a diáspora, que estão a regressar aos seus países.

Desta feita, a formação dos Membros das Mesas das Assembleias de Voto na diáspora, cujo número não foi revelado, arranca no próximo dia 19 do corrente mês. Na diáspora vão funcionar 105 postos de votação, sendo que 98 no circulo eleitoral da Africa e sete no Resto do Mundo. Enquanto isso, o processo de acreditação de observadores, assim como de jornalistas prossegue.

Assim, até ao momento foram acreditados 1.046 observadores, dos quais 972 nacionais e 174 internacionais (111 da União Europeia e 63 através do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD). No que refere a comunicação social, Naife disse que já foram acreditados 565 jornalistas nacionais e há pedidos para a credenciação de 32 jornalistas estrangeiros.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!