Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Maputo: três cadastrados evadem-se da “BO”

Três reclusos que cumpriam penas de prisão maior na cadeia de máxima segurança da Machava, vulgo BO, evadiram-se na madrugada da última segunda-feira daquela penitenciária localizada nos arredores da capital moçambicana, Maputo.

Trata-se de Félix Julião Parruque (Santana), Walter Milagre Kett (Tchuma) e Jorge Martins Cuna, que naquele estabelecimento prisional cumpriam penas que variam entre 14 e 21 anos de prisão maior. Em conexão com o sucedido foram detidos, na mesma Segunda-feira, três oficiais da Policia moçambicana (PRM) que guarneciam a prisão. Fernando Sumana, dos Serviços Nacionais das Prisões (SNAPRI), explicou ao “Noticias” que o trio, que se escapuliu cerca das três horas de madrugada, estava condenado pela sua participação em crimes relacionados com assaltos à mão armada e posse ilegal de armas de fogo.

Dados preliminares indicam que os três saltaram o muro de vedação da cadeia entre as guaritas 4 e 5, isto depois de deixar as celas e o pavilhão sem nenhum entrave. Em condições normais, a partir das 23 horas locais, e todos os dias, seguindo o esquema de segurança traçado, os agentes da Polícia têm a obrigação de efectuar patrulhas no recinto prisional. Contudo, segundo Sumana, estas medidas de segurança foram totalmente ignoradas pelos polícias em serviço. Os três fugitivos chegaram a ser vistos pelos dois seguranças que se encontravam nas guaritas 4 e 5, quando já transpunham o muro, tendo chegado a abrir fogo para evitar a fuga, acção que não chegou a surtir o efeito desejado.

Os evadidos estavam encarcerados no mesmo pavilhão, mas em celas diferentes. Estranhamente, nas celas e mesmo no pavilhão que acolhia os foragidos não houve qualquer sinal de arrombamento de portas, tanto mais que há sinais de os cadeados terem sido abertos a chave que estava na posse do oficial de serviço. Sumana indicou que há cerca de três anos que a BO não registava fugas, esforço que veio a ser manchado agora com a evasão deste trio. A fonte adiantou que vai se investigar se os polícias receberam ou não qualquer tipo de suborno para facilitar a fuga, tanto mais que estão abertos dois processos criminais e um disciplinar.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!