Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
Publicidade

Maputo: plano de zoneamento e protecção ambiental vai ao debate

A capital moçambicana, Maputo, acolhe esta quarta-feira, um seminário sobre o desenho e implementação de um Plano de Zoneamento e Protecção Ambiental para o mangal do Bairro da Costa do Sol, arredores da urbe.

O evento está inserido nos esforços para minimizar a vulnerabilidade da cidade de Maputo a inundações, ciclones e efeitos anormais resultantes da subida do nível do mar.

Promovido pelo Conselho municipal da Cidade de Maputo, este encontro tem por objectivo fundamental colher contribuições para o melhor desenho, implementação e monitoria do Plano de Zoneamento e Protecção Ambiental para o referido mangal, que tem sido alvo de destruição por comunidades, para diversos fins, incluindo a energia lenhosa.

A cidade de Maputo, devido à sua localização geográfica ao longo do litoral, é particularmente vulnerável a eventos extremos tais como inundações, ciclones e efeitos que resultam da subida do nível do mar.

Aliás, neste contexto, os piores cenários demonstram enormes implicações em custos de recuperação e reconstrução, se nenhuma medida de mitigação e/ou adaptação às mudanças climáticas for rapidamente tomada e com maior impacto sobre as camadas urbanas mais empobrecidas da urbe.

Refira-se que em Maio de 2010, o Município de Maputo assinou um acordo de cooperação com o Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos-UN-HABITAT, sobre o projecto “Iniciativa Cidades e Mudanças Climáticas”, para responder aos desafios deste fenómeno, neste município.

O projecto visa prestar assistência ao Município de Maputo a responder de forma adequada ao fenómeno das mudanças climáticas e criar capacidades institucionais para o desenvolvimento de políticas, estratégias e planos adequados, bem como dotar as autoridades municipais de ferramentas e métodos apropriados para adaptação e mitigação dos efeitos das mudanças climáticas a nível local.

Durante o encontro, serão apresentados temas sobre a importância do mangal em geral e do zoneamento e protecção ambiental do mangal do bairro da Costa do Sol, para além do plano de zoneamento versus Plano de Pormenor, entre outros.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!