Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Ruas passam a ter sentido único para facilitar tráfego em Maputo

Catorze vias, entre alamedas e ruas da capital moçambicana, Maputo, passarão a ter sentido único a partir de Outubro próximo, uma medida que visa reduzir o congestionamento e facilitar o escoamento do tráfego. Trata-se das avenidas Amílcar Cabral, Armando Tivane, Ho Chi-Min, Marien N´Gouabi, Mohamed Siad Barre, Romão Fernandes Farinha, Rio Tembe, Salvador Allende, Tomás Nduda, da Tanzânia, Vladimir Lénine, Malhangalene e as ruas da Resistência e da Rádio.

A alteração dos sentidos destas vias foi aprovada na passada quinta-feira, último dia da XIII Sessão da Assembleia Municipal, sob proposta da vereação de Transportes e Trânsito do Conselho Municipal do Maputo.

O vereador do pelouro, João Matlombe, esclareceu que os sentidos únicos não serão aplicados em todas as extensões das avenidas e ruas abrangidas, mas nalguns troços onde ocorrem mais casos de congestionamento.

“A avenida Vladimir Lénine, por exemplo, terá sentido único na direcção Coop-Baixa, a partir do cruzamento com a Mao Tsé-Tung até à Avenida 25 de Setembro”, explicou Matlombe, acrescentando que a rua da Resistência, outra abrangida, terá sentido único na direcção Baixa-Coop apenas no troço entre as avenidas Marien N´Gouabi e Joaquim Chissano.

Afirmou ainda que a proposta pretende organizar o estacionamento nas artérias sem separadores físicos centrais; reduzir o número de manobras em cruzamentos entre vias principais e secundárias com importância no escoamento de veículos, particularmente nos períodos de ponta.

Matlombe disse também que a iniciativa vai permitir a criação de uma rede viária cujo funcionamento privilegia movimentos num sistema binário, ou seja, adopção de fluxos opostos em duas vias paralelas e consecutivas.

“Vamos melhorar o desempenho das vias propostas, no que se refere ao tempo de viagem, velocidade média e consequentemente reduzir os congestionamentos de tráfego verificados principalmente nos horários de ponta”, garantiu Matlombe, afirmando que com a atribuição dos sentidos únicos as vias passarão a dispor somente de um estacionamento lateral, ganhando-se assim duas faixas de rodagem para o mesmo sentido e com maior largura, o que permitirá o incremento da capacidade de tráfego e, consequentemente, maior velocidade em fluxo livre.

A Comissão de Transportes e Trânsito da Assembleia Municipal, que apreciou a proposta, reconheceu a importância desta iniciativa na medida em que, no seu entender, vai resolver, de certo modo, o congestionamento.

Apelou, nesse sentido, para a necessidade de o Executivo fazer um plano de requalificação geral das vias rodoviárias do município para possibilitar maior fluidez de trânsito, tomando em conta a diferenciação dos transportes públicos, camiões e outro tipo de viaturas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!