Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Maputo com mais POS’s que todo o País

Até Setembro do ano passado o Banco de Moçambique (BM) havia contabilizado a existência em todo o território nacional de 4.609 POS’s, nomeadamente ponto de venda ou ponto de serviço (do inglês: Point of Sale ou Point of Service) sistema de pagamento inserido no contexto do comércio electrónico, concebido para facilitar transações financeiras geralmente em estabelecimentos tais como lojas, restaurantes, hotéis, estádios, casinos, etc., etc.

Entretanto, de acordo com o último comunicado do BM que resume a evolução dos principais indicadores da conjuntura económica e financeira interna e internacional, no período de 1 a 15 de Fevereiro de 2010, do total de 4.609 POS’s registados nessa altura, 3.281 o correspondente a 71.1 por cento das máquinas encontravam-se concentradas na Cidade e Província de Maputo.

A seguir figura a Província de Sofala, cuja capital provincial a Cidade da Beira representa o segundo maior centro urbano do País, com um total de 335, seguida das províncias de Inhambane e Nampula com 252 e 223 POS’s respectivamente.

Depois aparece Gaza com 156. Salientar que Inhambane e Gaza são duas províncias moçambicanas com maior número de estabelecimentos turísticos onde o uso de POS’s tem sido quase uma exigência obrigatória por parte dos clientes, enquanto Nampula é o terceiro maior centro urbano do País. A província com mais reduzido número de POS’s é a da Zambézia, com apenas 62. Cabo Delgado tem 64, Tete 72, Niassa 77 e Manica 87.

Mesma tendência em relação ATM’s

Em relação as ATM’s, máquinas para realizar operações bancárias, verifica-se a mesma tendência. Das 572 registadas pelo Banco de Moçambique até Setembro do ano passado, 293 o correspondente a pouco mais de metade se encontravam concentradas na Cidade e Província de Maputo. Nampula com 51 e Sofala com 46 vêem a seguir, depois Gaza com 40, Inhambane 34, Tete 28, Zambézia 25, Manica 22, e Cabo Delgado e Niassa com 17 e 16 respectivamente. Refirase que até 15 de Fevereiro do ano em curso se encontravam em funcionamento em todo o País 352 de um total de 404 balcões de bancos autorizados pelo Banco de Moçambique; seis cooperativas de crédito; 96 operadores de micro-crédito e 11 micro bancos.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!