Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mantém-se braço de ferro entre FMF e Mart Noij

O “braço de ferro” entre a Federação Moçambicana de Futebol (FMF) e o técnico holandês Mart Nooij mantém-se, apesar do acordo alcançado e selado com assinatura do contrato para o treinador reassumir o comando da selecção nacional, os ‘Mambas’, a 7 de Junho último. Tal “braço de ferro” deriva de uma alegada troca dos termos de referência do acordo firmado entre o Ministério da Juventude e Desporto (MJD), a FMF e o agente do treinador.

Bert Sonnesrein, agente de Mart Nooij, citado pela Rádio Moçambique (RM), estação pública, revelou que o seu compatriota ainda não começou a trabalhar porque a FMF decidiu, a seu bel prazer, trocar os termos de referência do contrato, voltando-se praticamente à estaca zero. Sonnesrein referiu que as alterações são significativas, tendo citado o facto de Mart Nooij estar obrigado a qualificar os “Mambas” para o CAN 2012 e, no decurso do próprio torneio continental, conseguir qualificar a selecção aos quartos-de-final, sob pena de secessão imediata da vigência do contrato. Porém, nas negociações tinha se alcançado um entendimento segundo a qual a obrigação do seleccionador era à qualificação dos “Mambas” para o CAN 2012.

Outro ponto de discórdia tem a ver com a data de entrada em vigor do contrato do Técnico. Segundo o agente, as negociações definiram que o contrato entraria em vigor a 1 de Julho corrente mas o documento enviado ao técnico tem vigência a partir de 1 de Agosto próximo. Alias, Mart Nooij tinha já a responsabilidade de treinar a selecção nacional para o jogo particular com a sua congénere tswana que se realizou na última terça-feira. Bert Sonnesrein, foi peremptório ao afirmar que enquanto estes pontos não forem reajustados tal como ficou definido nas últimas negociações que permitiram selar o acordo verbal, Mart Nooij não se irá vincular à FMF para os próximos 4 anos. Reagindo a esta informação, o Secretário-Geral da FMF, Filipe Johane, afirma ter sido colhido de surpresa por esta notícia e garante que não houve qualquer alteração nos termos inicialmente acordados entre as partes.

Johane disse, ainda, que para a FMF o assunto “seleccionador nacional” está encerrado pelo que nada há mais para ser discutido tal como propõe o representante do treinador. Ao que se sabe, Mart Nooij devia estar já a trabalhar desde o passado dia 1 de Julho para iniciar a preparação da campanha de qualificação para o CAN- 2012. Moçambique inicia a sua caminhada recebendo a Líbia a 5 de Setembro deste ano, deslocando-se depois para as Ilhas Comores a 6, 7 ou 8 de Outubro, a seguir recebe a Zâmbia, no dia 25, 26 ou 27 de Março de 2011. Mart Nooij dirigiu os destinos dos “Mambas” desde Fevereiro de 2007, tendo conseguido a qualificação da selecção nacional ao CAN 2010, em Angola.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!