Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Manifestantes exigem libertacão do líder antiesclavagista na Mauritânia

Vários militantes e simpatizantes da Iniciativa mauritana para o Ressurgimento do Movimento Abolicionista (IRA), uma Organização não Governamental antiesclavagista, saíram à rua, Terça-feira (31), na capital do país, Nouakchott, para protestar perante o Ministério da Justiça pela libertação do seu líder Biram Ould Dah Ould Abeid.

Os manifestantes exibiam bandeirolas a denunciarem a detenção «arbitrária»  do presidente do IRA e de seis outros quadros do Movimento, detidos há três meses, e a reclamarem pela sua libertação «imediata e incondicional».

Os militantes da IRA denunciaram, por outro lado, «um regime de racismo e de injustiça». Ould Abeid e seus companheiros estão detidos pela queima de escritos de rito maliki,  cujos autores eles denunciam como fazendo apologia da escravidão.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!