Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Manifestantes e polícias entram em confronto durante protesto anti-Mugabe no Zimbabwe

A polícia do Zimbabwe usou gás lacrimogéneo e canhões de água para dispersar manifestantes anti-governo, que responderam atirando pedras, durante um protesto nesta sexta-feira contra o presidente Robert Mugabe, disse uma testemunha da Reuters.

Mais de uma centena de policiais da tropa de choque, auxiliados por canhões de água e camiões blindados, ocuparam o local onde partidos de oposição planeavam fazer uma passeata.

Os adversários de Mugabe sentiram-se encorajados pela revolta popular e pelas manifestações contra a crise económica, a escassez de dinheiro em espécie e o desemprego alto.

Mugabe, de 92 anos, comanda o Zimbabwe desde sua independência do Reino Unido em 1980.

À medida que chegavam para a passeata, os manifestantes eram instruídos pela polícia a deixar o local. Os agentes dispararam gás lacrimogéneo e usaram canhões de água quando parte da multidão se recusou a obedecer, segundo testemunha da Reuters.

Algumas dezenas de manifestantes, que mais cedo haviam entoado slogans anti-Mugabe, atiraram pedras na polícia e incendiaram pneus perto da praça onde o protesto deveria ter início.

“Não vamos a lugar algum, e protestar é a única solução que restou para forçar o ditador a sair”, disse Tapfuma Make, desempregado de 24 anos da cidade de Chitungwiza, que fica ao sul da capital Harare.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!