Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Manchester United derrota Porto e se classifica para as semifinais da Champions

Manchester United derrota Porto e se classifica para as semifinais da Champions

O Manchester United deu a volta por cima no empate por 2-2 que concedeu na semana passada em Old Trafford ao derrotar o Porto por 1-0 nesta quarta-feira no jogo da segunda mão, no Estádio do Dragão, garantindo a classificação para as semifinais da Liga dos Campeões, cujo título defende.

O único golo da partida foi anotado por Cristiano Ronaldo aos seis minutos de jogo. Servido por Anderson, o artilheiro português fez um disparo da zona intermediária para o ângulo direito de Helton, quando as equipes ainda estavam se estudando.

Graças a este resultado, os Red Devils enfrentarão o Arsenal, que goleou o Villarreal por 3-0 no outro jogo desta quarta-feira, nas semifinais da Liga dos Campeões, em 29 próximo e em 5 de maio.

“Foi provavelmente um de meu melhores re,ates. Anderson passou-se a bola e, quando dei a volta, vi que podia tentar o tiro ao arco. Foi intencional”, assegurou o craque português.

Sir Alex Ferguson também não escondeu sua satisfação com o resultado obtido pela sua equipe na casa do Porto. “Creio que defendemos ben, que conseguimos reencontrar o equilíbrio na defesa com (Nemanja) Vidic e Rio Ferdinand, dois jogadores que formam uma dupla sólida e se entendem muito bem.

Não vi o Porto muito perigoso, a dizer a verdade, só tiveram algumas oportunidades de golo e nada mais… O golo (de Cristiano Ronaldo) foi incrível, um remate magnífico”, sublinhou.

O Manchester United jogou muito melhor que há uma semana. Mostrou-se sólido na defesa. A presença de Rio Ferdinand, que não atuou em Old Trafford devido a problemas nos adutores, foi decisiva para os ingleses, pois seu substituto, Jonny Evans, fora dominado pelo argentino Lucho González no jogo da primeira mão.

Ademais, Lucho González saiu nesta quarta-feira depois de meia hora de jogo ao se machucar em um escorregão. Apesar de sua ausência, a dupla de atacantes formada por Lisandro López e io brasileiro Hulk conseguiu realizar boas jogadas ofensivas, mas não foi capaz de ameaçar com seriedade o arco do holandês Edwin van der Sar. O

jogo, assistido por 50.000 pessoas, foi dirigido pelo árbitro suíço Massimo Busacca, que advertiu o sérvio Vidic e o francês Patrice Evra com o cartão amarelo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!