Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Manchester e Barcelona disputam final dos sonhos na Liga dos Campeões

Manchester e Barcelona disputam final dos sonhos na Liga dos Campeões

A Liga dos Campeões vai apresentar uma final de gala esta noite em Roma, entre o Manchester United, em busca de um bi inédito há 19 anos, e o Barcelona, que pratica o futebol mais vistoso da Europa. O grande choque ainda contará com o duelo particular entre os dois melhores do mundo, Cristiano Ronaldo e Lionel Messi.

O português brilha nos jogos importantes, e mostrou isso nesta temporada na Liga dos Campeões. Inexistente durante a fase de grupos, ele despertou na fase de mata-mata ao balançar as redes quatro vezes contra o Inter de Milão, o Porto e o Arsenal.

Já o argentino, que disputará quarta-feira sua primeira final de Champions League, ainda não conseguiu brilhar contra clubes ingleses. Apesar de ser o artilheiro do torneio com oito golos, ele nunca marcou contra uma equipe da Inglaterra.

Em todo caso, o Estádio Olímpico de Roma será hoje o palco de um triunfo histórico. Nenhum clube nunca faturou o bi desde o AC Milão de Arrigo Sacchi em 1989 e 1990. Desde então, a taça mais cobiçada do futebol europeu muda de mãos a cada ano. Porém, o Manchester United de Alex Ferguson tem tudo para quebrar esta marca. O treinador escocês, verdadeira lenda na Inglaterra, já levou os Red Devils ao 18º Campeonato Inglês de sua história. Também faturou a Taca da Liga inglesa. Agora, quer assentar a supremacia do ‘ManU’ no cenário internacional com uma quarta Champions League, que seria a terceira desde que ele chegou ao clube, em 1986.

Ferguson escreveu a página mais gloriosa da história do Manchester United em 1999, quando conquistou a Premier League, a Taca da Inglaterra e a Liga dos Campeões. Dois jogadores que participaram deste triunfo inédito continuam na equipe até hoje: Ryan Giggs e Paul Scholes. Além de Cristiano Ronaldo, os Red Devils têm armas ofensivas de peso, com Wayne Rooney e Carlos Tevez. A defesa formada por Rio Ferdinand e Nemanja Vidic é uma das mais temidas da Europa.

No entanto, para alcançar seu objetivo, o Manchester vai ter que passar por cima do Barcelona, que destruiu tudo e todos nesta temporada. A maior força do Barça é sua irresistível linha de ataque, formada por Lionel Messi, Samuel Eto’o e Thierry Henry.

Os números do clube catalão, campeão do Espanhol e da Taca do Rei, são assustadores: 30 golos em 12 jogos de Champions e 104 golos em 37 jogos de Campeonato Espanhol. A única equipe que conseguiu resistir ao furacão catalão foi o Chelsea, que quase eliminou o Barça nas semifinais da Liga dos Campeões. Porém, um golaço nos acréscimos de Andrés Iniesta crucificou os Blues e sua defesa de ferro. O Chelsea mostrou o caminho.

Mesmo que os Red Devils pratiquem um futebol mais vistoso e menos voltado para a defesa que os Blues, eles sofreram apenas 24 golos na Premier League e seis na Liga dos Campeões. A defesa do Barcelona estará desfalcada dos laterais Daniel Alves e Eric Abidal, suspensos, e do mexicano Rafa Marquez, lesionado. Além disso, Henry e Iniesta não jogam há quase um mês. É praticamente certo que os dois entrarão em campo, mas estarão sem ritmo de jogo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!