Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mamparra da semana: “Máfia” do Ministério da Juatiça

O Mamparra da semana é a cadeia de “máfia” instalada no Ministério da Justiça, que, de acordo com o semanário Canal de Moçambique, na edição desta semana, tem andado há algum tempo a fazer pedidos de vistos para o Brasil, para funcionários que não constam dos registos do mesmo.

É(ra) suposto o Ministério da Justiça ser a instituição de JUSTIÇA, mas as “máfias”, quais mamparradas, têm estado a carcomer o edifício da moral, da ética e dos bons costumes. Pelas razões menos favoráveis, temos sido informados de tempos em tempos que as nossas concidadãs têm o Brasil como destino, para servirem de mulas no transporte de drogas.

Que “máfia” é esta e como chegou aonde chegou – esta mamparrada – ao ponto de se falsificarem assinaturas daqueles que era suposto serem os assinantes? Quem trava esta marcha de mamparradas e mamparras?

Sabe-se que, próximo ano, 2014 e em 2016, o Brasil vai ser anfitrião de duas competições mais importantes do planeta, nomeadamente o “Mundial” de futebol e os Jogos Olímpicos, e se não forem travadas esta e outras mamparradas na cadeia de “mafia” no Ministério da Justiça muitos moçambicanos com o desejo de lá ir podem ter os seus vistos recusados!

O que vai fazer a Procuradoria-Geral da República (PGR) para pôr termo a esta cadeia de “máfia”que se instalou e está a refastelar-se no Ministério da Justiça?

Esta cadeia de “máfia” parece que precisa dos préstimos da “famosa” Força de Intervenção Rápida (FIR), que com os seus bastões e jactos de água – e até o Khalau podia estar presente – fizesse com que eles “cantassem” ao som daqueles instrumentos de violência sobre esta organização paralela que facilita pedidos de visto para moças que se calhar nunca puseram os pés naquele ministério!

Mamparras, mamparras e mamparras.

Até para a semana!

PS: Do Presidente Armando Guebuza nada se ouviu acerca da morte brutal do nosso concidadão Emídio Macie, ocorrida na África do Sul. Mas, por seu turno, o seu homólogo, Jacob Zuma, apareceu a falar do caso, repudiando-o veementemente. Porque será que Guebuza nada disse?

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!