Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Qualificação CAN 2015: Josemar e Dominguez carimbam apuramento para fase de grupos

Qualificação CAN 2015: Josemar e Dominguez carimbam apuramento para fase de grupos

Um golaço de Dominguez garantiu a presença de Moçambique na fase de grupos de apuramento para o Campeonato Africano das Nações (CAN) em futebol. Este domingo (03), no estádio nacional do Zimpeto, Josemar de cabeça abriu o caminho para a vitória dos “Mambas” sobre a Tanzânia.

Tal como havia prometido João Chissano, o seleccionador nacional, os “Mambas” entraram ao ataque, ao contrário do 4-2-1-3, da partida da primeira mao em Dar Es Salam, o técnico nacional entrou no sistema tático de 4-3-3, com Momed Hagi a ser o jogador mais defensivo do trio do meio campo.

A primeira jogada digna de realce surge a passagem do segundo minuto, quando Sonito encostado a direita flectiu para o meio e desferiu um portentoso remate para uma excelente intervenção de Munishi, que com os punhos evitou o golo.

Por seu turno, Mart Nooj, técnico dos “Taifa Star”, montou uma equipa de contenção que, baixava as suas linhas na expectativa de potenciar o contra-ataque, sendo que Khamis Ncha e Samata eram duas sectas apontadas a baliza de Ricardo Campos.

A passagem do minuto 6, Dominguez ganhou a bola a entrada da área passa por dois adversários e rematou sobre o corpo de um defensor contrário enquanto tinha Josimar em posição privilegiada para visar a baliza contrária.

Volvidos quatro minutos, a Tanzânia cria o primeiro perigo na baliza moçambicana, perda de bola de Reginaldo e Nyoni lança Khamis Ncha que flecte da esquerda a o centro e rematou forte mas ao lado da baliza de Ricardo Campos. Aos 15 minutos a Tanzânia chega a introduzir a bola na baliza de Moçambique, após uma má saída do guarda-redes, mais o auxiliar da bancada central entendeu que Bocco fez falta sobre Ricardo.

Os “Mambas” controlavam o jogo mas pecavam no último terço do terreno onde não conseguiam desfeitar a defensiva dos tanzanianos. A passagem do minuto 29, Kito completa o corredor direito e cruza para a marca da grande penalidade e na tentativa de cortar a bola o capitão dos “Taifa Stars” coloca-a nos pés de Sonito, que com tudo para fazer o golo, rematou ao lado da baliza ao lado da baliza de Munishi.

O avançado moçambicano viria a ser substituído sete minutos depois por lesão e no seu lugar entrou Clésio.

Aos 43 minutos, Kito do meio da rua desferiu um portentoso remate que passou a poucos centímetros do poste esquerdo de Munishi.

Dois minutos depois do minuto 45, Reginaldo encostado a direita recebe a bola de Dominguez fez um compasso de espera e serviu de bandeja para área onde Josemar mergulhou, como um peixinho, e cabeceou para o fundo da baliza.

Explosão de alegria nas bancadas onde estiveram mais de 40 mil adeptos, Moçambique saia para o intervalo com,apuramento garantido.

Golaço garante apuramento

Depois do descanso a selecção nacional voltou a entrar na mó de cima e a passagem do minuto 48, Clésio depois de um passe teleguiado de Josemar rematou forte para uma excelente intervenção de Munishi.

Na resposta dos “Taifa Stars”, Samata, o mais inconformado do conjunto de Mart Nooj, fletiu pela esquerda e cruzou para uma defesa incompleta de Ricardo Campos e o esférico sobrou para Nyoni que sem marcação rematou e a bola passou a poucos centímetros da baliza moçambicana.

A passagem do minuto 60, Reginaldo servido por Dominguez, remata cruzado para defesa apertada de Munish.

Os “Taifa Stars” chegariam ao golo do empate a passagem do minuto 76, Dário Khan na tentativa de fazer um passe para Clésio, permite de Nhony intercetasse a bola e rapidamente lançou Samata que flectiu da esquerda para o centro e rematou sem hipóteses de defesa para Ricardo Campos que apenas limitou-se a olhar a bola a beijar as suas redes.

O empate continuava a dar o apuramento aos “Mambas” e por isso os tanzanianos aumentaram a pressão pois precisavam de um golo para dar a volta a eliminatória.

João Chissano vendo que estava a perder o duelo no meio campo, lançou Jumisse para o lugar de Kito, na tentativa de segurar o empate que garantia a qualificação graças aos dois golos marcados na 1a mão.

Mas o “miúdo maravilha”, que foi incansável em todo jogo, puxou para si o maior mérito na qualificação. Minuto 82 minutos falta sobre Reginaldo à entrada da área tanzaniana. Dominguez ajeitou a bola e rematou em jeito, a bola fez um arco perfeito e entrou na baliza de Munishi pelo ângulo superior esquerdo.

Vitória 2 a 1 que apura Moçambique para o grupo F de qualificação para o CAN de 2015, com um agregado de 4 a 3 nas duas eliminatórias. Os adversários dos “Mambas” na próxima fase são a Zâmbia, Cabo-Verde e Níger.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!