Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Malfeitores aterrorizam residentes de Natikiri em Nampula

Na cidade de Nampula, os moradores do bairro de Natikiri vivem um clima de tensão devido à criminalidade que desde Fevereiro passado a esta parte tende a ganhar terreno, sobretudo à noite. A Polícia é acusada de não estar a fazer patrulhamento, o que facilita a acção dos malfeitores.

Desde a última semana daquele mês, a vida no bairro de Natikiri, no posto administrativo com o mesmo nome, tem sido insegura, caracterizada por agressões físicas e roubos perpetrados por indivíduos alegadamente desconhecidos, os quais submetem as suas vítimas a um terror com recurso a instrumentos contundentes tais como catanas, paus e facas.

A última incursão dos malfeitores aconteceu no último fim-de-semana, tendo os supostos meliantes, em número de 13 elementos, invadido 10 residências, das quais saquearam vários bens e feriram com gravidade mais de oito cidadãos.

Olívio Boaventura, habitante da zona de Natikiri, nas proximidades do mercado grossista do Waresta, é um dos lesados. Ele contraiu ferimentos graves na cabeça e fraturou o braço direito em resultado da referida operação dos bandidos. A vítima contou que foi surpreendida pela gangue na sua casa por volta da 01h00 de madrugada.

Para alcançarem os seus intentos, os presumíveis marginais arrombaram a porta da residência de Boaventura e agrediram-no com recurso a catanas e paus com o intuito de forçá-lo a entregar os seus pertences. Depois da sua acção, os bandidos puseram-se em fuga sem deixar rasto.

O nosso entrevistado disse que informou à Polícia da República de Moçambique (PRM) sobre a ocorrência mas não teve nenhuma resposta positiva em relação à operação das autoridades. Na mesma noite, em Natikiri, várias pessoas foram assaltadas e agredidas fisicamente.

Uma das vítimas, cujo nome omitimos por receio de represálias, narrou que, para além perder os seus bens, foi violada sexualmente por vários indivíduos da quadrilha que invadiu a sua casa. A senhora a que nos referimos foi socorrida e levada para o Hospital Central de Nampula.

Sobre os casos, o substituto da porta-voz do Comando Provincial da PRM em Nampula, Sérgio Mourinho, disse que as queixas dos populares são reais e alguns integrantes da gangue que protagoniza assaltos e maltrata as suas vítimas foram detidos. Os agentes da Lei e Ordem continuam a desenvolver esforços no sentido de neutralizar os outros malfeitores.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!