Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Malásia concede bolsas a estudantes moçambicanos

Estudantes moçambicanos poderão frequentar cursos superiores na SEGI University da Malásia, no âmbito de bolsas de estudo disponibilizadas por aquela instituição de ensino superior.

Para o efeito, a comunidade empresarial da Malásia disponibilizou mais 250 mil Ringst, a moeda local, o equivalente a mais de 80 mil dólares norte-americanos.

O valor, cujo cheque foi entregue a Primeira-Dama de Moçambique, Maria da Luz Guebuza, servirá para custear as despesas dos cinco estu- dantes a serem contemplados pelas bolsas.

A entrega do cheque ocorreu na noite de Terça-feira última durante um jantar oferecido pela comunidade empresarial local à Primeira-Dama, por ocasião da sua visita de trabalho a este pais asiático, durante a qual ela participou no Fórum Global sobre o Cancro do Colo do Útero.

Falando na ocasião, Maria da Luz Guebuza agradeceu o gesto, assegurando que o país precisa deste tipo de iniciativas para a formação do capital humano, que vai assegurar o desenvolvimento sócioeconómico do país.

Falando a jornalistas moçambicanos que cobriram a sua visita a Malásia, Maria da Luz Guebuza garantiu que o assunto será encaminhado ao Ministério da Educação, entidade responsável pela definição de critérios de selecção de estudantes que vão beneficiar das bolsas.

Adicionalmente, o Projecto PERMATApintar Negara, que acolhe e forma crianças com o nível de coeficiente de inteligência elevado (super dotadas) para a sua formação, disponibilizou duas bolsas para crianças moçambicanas.

A garantia nesse sentido foi dada à Primeira-Dama que, na tarde do mesmo dia, durante a visita aquele centro, que funciona na University Kebangsaan Malaysia (UKM), uma das maiores instituições do ensino superior deste pais do sudeste asiático.

“E uma iniciativa muito boa. Nos em Moçambique temos também crianças super dotadas mas não temos condições para levar acabo iniciativas desta natureza”, disse Maria da Luz Guebuza, manifestando a sua satisfação pela oferta das bolsas.

Durante o encontro que a Primeira Dama manteve com a esposa do Primeiro Ministro da Malasia, Rosmah Mansor, este assunto também foi debatido. Mansor disse, na ocasião, que o seu país esta disponível a ajudar Moçambique a instalar aquele tipo instituição de ensino. Maria da Luz Guebuza deixou Kuala Lumpur na manhã da Quarta-feira de regresso a Maputo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!