Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
Publicidade

Mais três cursos da Universidade Politécnica acreditados pelo CNAQ

apo-cnaq-IolandaWane

Três cursos de pós-graduação do Instituto Superior de Altos Estudos e Negócios (ISAEN), uma unidade orgânica da Universidade Politécnica, foram, recentemente, acreditados pelo Conselho Nacional de Avaliação de Qualidade do Ensino Superior (CNAQ), órgão responsável pela implementação e supervisão do Sistema Nacional de Avaliação, Acreditação e Garantia de Qualidade do Ensino Superior, com vista a adequá-los à legislação.

Trata-se do Programa de Mestrado em Gestão de Empresas, o primeiro curso de pós-graduação que a Universidade Politécnica introduziu no mercado, em 1999, em parceria com o Instituto Superior de Economia e Gestão de Lisboa (ISEG), que foi, pela primeira vez, submetido à avaliação externa através do CNAQ, para aferir a qualidade deste Programa de Mestrado.

Foram, igualmente, pré-acreditados os programas de Mestrado em Pensamento Contemporâneo e Desenvolvimento e de Doutoramento em Estudos de Desenvolvimento, recém-introduzidos na instituição e que, de acordo com a legislação, deviam ser avaliados pelo órgão competente (CNAQ) antes de serem lançados no mercado.

Para a Doutora Iolanda Wane, coordenadora da Comissão de Auto-Avaliação do ISAEN, este resultado constitui um reconhecimento ao trabalho que a instituição vem desenvolvendo com vista a responder às necessidades do mercado.

“O Instituto Superior de Altos Estudos e Negócios e a Universidade Politécnica estão a formar profissionais com qualidade, por isso a avaliação, a que fomos submetidos provou que não estávamos muito longe daquilo que é o ideal no ensino superior”, considerou Iolanda Wane.
Mais do que comprovar a qualidade, este processo permitiu à instituição avaliar o seu próprio funcionamento. “Não basta ter docentes e estudantes na sala de aulas, é necessário aferir como o processo decorre. Foi importante ter a oportunidade de ver o que era necessário melhorar”.


Entretanto, para além da submissão dos seus cursos a acreditação e avaliação, está em curso, no ISAEN, o processo de revisão curricular dos programas de Mestrado em Vias de Comunicação e de Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais.

Sobre a revisão do Programa de Mestrado em Vias de Comunicação, o coordenador do processo, Engenheiro Ruy Cravo, explicou que a mesma tem em vista a actualização dos conteúdos, tendo em conta o contexto actual, onde se aposta mais na tecnologia e há maior preocupação com o meio ambiente.

“O mundo mudou e hoje já se fala do petróleo e do gás, o que coloca novos desafios à capacidade do nosso mercado em termos de profissionais preparados para preencher postos de trabalho nessa área. As vias de comunicação são indispensáveis para o progresso de um País. Temos, por exemplo, o caso de Cabo Delgado, que vai registar um grande desenvolvimento e o relançamento da cabotagem marítima. Por isso este conhecimento vai ser muito útil”, sublinhou.

Essencialmente, acrescentou Ruy Cravo, a revisão vai permitir a introdução de conteúdos ligados a tecnologias de baixo custo, mas de alto rendimento, inovação, planificação, monitoria e controlo com recurso a sistemas de softwares de gestão, entre outros.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!