Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mais mil pessoas são traficadas por ano em Moçambique

Mais de mil pessoas são traficadas por ano em Moçambique para diferentes países, principalmente para a África do Sul, com vista a serem submetidas a actos tais como exploração sexual. As crianças e adolescentes do sexo feminino provenientes de famílias pobres, sobretudo das zonas rurais, são consideradas as principais vítimas, devido ao elevado índice de analfabetismo e falta de conhecimento das leis.

Os dados foram apresentado esta segunda-feira (21) pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e resultam de um estudo realizado pelo Instituto Superior de Relações Internacionais (ISRI).

O Reitor do ISRI, Patrício José, disse que os traficantes optam pelos adolescentes por causa da baixa escolaridade por parte deste grupo, que também não tem capacidade para resistir e não conhece a lei sobre os direitos humanos.

Afonso Antunes, assessor da PGR para a Área Criminal, disse que o tráfico de seres humanos é grave. Esta instituição julga entre 23 e 30 casos. As províncias da Zambézia, de Tete e Manica registam mais problemas relacionados com o tráfico de seres humanos.

As redes que protagonizam este tipo de crime têm ligações com os funcionários dos Serviços Nacionais de Migração e o Estado não dispõe de meios suficientes para estancar estes casos.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!