Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mais de sete mil mulheres grávidas abandonam TARV em Nampula

Das 8.800 mulheres grávidas seropositivas existentes na província de Nampula, apenas 1.373 aderiram ao Tratamento Anti-Retroviral (TARV), de Janeiro a Setembro deste ano, o que significa que há tendência de desistência.

A Direcção Provincial da Saúde em Nampula indica que, no ano passado, 454 mulheres abandonaram o TARV num total de 6.812 que estavam previstas para serem atendidas com vista a evitar a transmissão vertical, ou seja, da mãe para o filho, do vírus da SIDA.

Por conseguinte, 523 crianças estão infectadas pela doença, de acordo com Joselina José, porta-voz da Direcção Provincial da Saúde de Nampula. A nossa interlocutora indicou ainda que estão a ser massificados os testes de seroprevalência nas consultas pré-natais.

Joselina José contou que o grosso da população de Nampula ainda tem receio de fazer o teste de HIV/SIDA. Por isso, o número de seropositivos tende a aumentar. Prova disso é que mais de 12 mil pessoas estão infectadas pelo vírus do HIV/SIDA.

No período referido pela nossa entrevistada, mais de 300 doentes perderam a vida devido ao abandono, interrupção e o incumprimento das instruções médicas. Entretanto, o sector de saúde, em coordenação com os seus parceiros, aconselhou 353.235 pessoas, dentre afectados e infectados, a não interromperem a medicação.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!