Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
Publicidade

Mais de 50 pessoas mortas por animais bravios no país

De Janeiro a Maio deste ano, pelo menos 59 pessoas morreram e outras 44 ficaram feridas, em Moçambique, vítimas de ataques de animais bravios, segundos dados do Governo fornecidos esta terça-feira (23) após o Conselho de Ministros.

O Executivo aponta ainda que do total das mortes, 22 ocorreram na província de Zambézia. Devido à actuação dos mesmos animais, cerca de 183 hectares ficaram destruídos, dos quais 150 hectares pelos elefantes.

Alberto Nkutumula, porta-voz do Governo, disse que o crocodilo é o animal que mais óbitos causou, tendo morto 47 indivíduos, seguido da cobra, que fez seis vitimas mortais, os elefantes e os hipopótamos vitimaram três pessoas.

Para minimizar esta situação, 90 animais foram abatidos, sendo 52 elefantes, 18 hipopótamos 13 búfalos, quatro cobras e dois leões. Estão a ser ainda construídas barreiras de protecção nos locais onde a população se faz ao rio com frequência, e onde ocorrem mais ataques dos crocodilos e hipopótamos. Está a ser feita ainda uma campanha de recolha de ovos de crocodilo.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!