Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
ADVERTISEMENT

Mais de 50 pessoas mortas por animais bravios no país

De Janeiro a Maio deste ano, pelo menos 59 pessoas morreram e outras 44 ficaram feridas, em Moçambique, vítimas de ataques de animais bravios, segundos dados do Governo fornecidos esta terça-feira (23) após o Conselho de Ministros.

O Executivo aponta ainda que do total das mortes, 22 ocorreram na província de Zambézia. Devido à actuação dos mesmos animais, cerca de 183 hectares ficaram destruídos, dos quais 150 hectares pelos elefantes.

Alberto Nkutumula, porta-voz do Governo, disse que o crocodilo é o animal que mais óbitos causou, tendo morto 47 indivíduos, seguido da cobra, que fez seis vitimas mortais, os elefantes e os hipopótamos vitimaram três pessoas.

Para minimizar esta situação, 90 animais foram abatidos, sendo 52 elefantes, 18 hipopótamos 13 búfalos, quatro cobras e dois leões. Estão a ser ainda construídas barreiras de protecção nos locais onde a população se faz ao rio com frequência, e onde ocorrem mais ataques dos crocodilos e hipopótamos. Está a ser feita ainda uma campanha de recolha de ovos de crocodilo.

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!