Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
Publicidade

Mais de 400 comunidades livres do fecalismo a céu aberto na Região Centro

Um total de 430 comunidades estão agora livres do fecalismo a céu aberto, cobrindo um universo de 350 mil pessoas nas províncias de Sofala, Manica e Tete (centro de Moçambique), mercê do resultado do Programa Iniciativa Um Milhão.

Lançado em 2007, o Programa Iniciativa Um Milhão é fruto de uma parceria entre o Executivo moçambicano, o governo do Reino dos Países Baixos e o UNICEF.

Com sete anos de duração, o mesmo visa levar água potável às consumidores até 2013 e criar condições adequadas de saneamento para um milhão de pessoas em 18 distritos das províncias de Manica, Tete e Sofala.

Trata-se de províncias onde as doenças diarreicas e a malária continuam a contribuir para os elevados índices de morbilidade e mortalidade nas crianças e onde existem elevadas taxas de seroprevalência de HIV. Estas províncias são também vulneráveis a emergências como a seca e a cólera.

Como parte desta iniciativa, estão previstas a construção de cerca de duas mil novas fontes de abastecimento de água e a reabilitação de outras 400, a construção de cerca de 200 mil latrinas e a promoção de hábitos saudáveis de higiene.

Cerca de 400 escolas primárias, cobrindo um total de 140 mil crianças, deverão também ter acesso à água potável e saneamento adequado.

O programa inclui ainda o fortalecimento da capacidade das autoridades e das comunidades na planificação, gestão, coordenação e supervisão dos programas integrados de água, saneamento e higiene. Particular destaque é dado ao envolvimento das comunidades na gestão sustentável das infra-estruturas de água e saneamento.

Desde o início do programa já foram abertas nos distritos abrangidos 1094 novas fontes de água, beneficiando mais de 991 mil pessoas e reabilitadas 400 fontes, beneficiando cerca de 200 mil pessoas. Foram também construídas cerca de 205,000 latrinas tradicionais e melhoradas, beneficiando mais de 1.086.800 pessoas.

Como resultado do trabalho realizado na área de saneamento nas três províncias, o país recebeu o Prémio de AFRICASAN 2010, na categoria de serviços em reconhecimento do trabalho desenvolvido pelo Governo com envolvimento da sociedade civil.

Estão investidos neste programa cerca de 42,8 milhões de dólares americanos, dos quais os Países Baixos cobrem cerca de 28 milhões de dólares, o UNICEF cobre cerca de 7 milhões de dólares.

O governo participa e as populações beneficiárias entram com cerca de 6 milhões de dólares. Até ao momento foram gastos 25 milhões de dólares, representando cerca de 60 por cento do investimento em quatro anos.

Um comunicado de imprensa do Ministério das Obras Públicas e Habitação (MOPH) recebido pela AIM refere que na reunião de balanço a meio termo do Programa Iniciativa Um Milhão a decorrer em Gondola, província central de Manica, um total de 285 líderes comunitários das três províncias serão reconhecidos pelo seu papel.

O papel das lideranças consiste, segundo o comunicado, na direcção para a construção e uso de latrinas e adopção de hábitos saudáveis de higiene, eliminando totalmente o fecalismo a céu aberto nas suas comunidades.

A mesma conta com a presença do Ministro das Obras Públicas e Habitação, Cadmiel Muthemba, a governadora da Província de Manica, o Ministério da Saúde, os governos das províncias de Tete e de Sofala, do UNICEF, além de 20 administradores distritais entre outros parceiros do sector de águas e saneamento.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!