Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Luarte encena e discute o estágio da poligamia na sociedade

O grupo de teatro Luarte exibiu, na passada quarta-feira (24), no Centro Cultural Municipal Ntsindya, em Maputo, a peça “Niketche”, uma narrativa que versa sobre a poligamia na sociedade moçambicana. O evento tinha como ponto principal debater e reflectir acerca das relações ‘extra-conjugais’ nas comunidades.

Trata-se, porém, de um trabalho dirigido e encenado pelo dramaturgo moçambicano Elliot Alex cuja sua abordagem foi extraída do livro da escritora e romancista moçambicana, Paulina Chiziane. As apresentações da peça e os respectivos debates estão inseridas nas actividades do grupo Luarte e irão decorrer até 10 de Novembro próximo, nos diversos distritos da província de Maputo.

De acordo com Elliot Alex, dramaturgo do grupo, escolher as comunidades para a apresentação da peça deve-se a temática da mesma, uma vez que “Niketche” traz uma reflexão em torno da poligamia, bem como das diferenças sócio-culturais dos homens e das mulheres na nossa sociedade.

“Niketche visa chamar atenção para a poligamia e para a situação das mulheres na nossa sociedade, esta classe que é sempre colocada no segundo plano”, Afirmou Eliot.

Alice Chirindza, uma das actrizes da peça em questão, não acha que a poligamia seja uma prática que deve ser mantida. Na sua opinião, algumas mulheres têm-se submetido a esse tipo de prática por motivos financeiros.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!