Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Liga Zon Sagres: FC Porto empata com Olhanense e mantém-se a par do Benfica

O FC Porto empatou, este domingo, a um golo em casa diante do Olhanense, tendo falhado a liderança isolada do campeonato, mantendo-se assim com os mesmos 46 pontos do Benfica, que não foi além de uma igualdade a dois golos no terreno do Nacional, isto depois de os encarnados terem dado a volta ao resultado e recuperado de uma desvantagem de 1-0.

Pouco depois do empate do Benfica na Choupana, a equipa portista viu-se a perder logo aos sete minutos, depois de uma arrancada de Tiago Targino, que só acabou após um remate certeiro para a baliza de Helton.

A resposta do FC Porto, que já não sofria um golo para o campeonato há nove jornadas, não se fez esperar, mas Bracalli parou o remate de Fernando, aos 12 minutos. Pouco depois do quarto de hora, o árbitro interrompeu o encontro devido a uma forte chuva, acompanhada de granizo, tendo o jogo sido reatado pouco depois.

A cinco minutos do intervalo, o guardião cedido pelo FC Porto ao Olhanense voltou a estar em evidência ao para um remate de Jackson Martinez, com Maurício a completar depois o alívio. A equipa do FC Porto continuou sempre mais perigosa nos minuto seguintes, contudo, o golo do empate apenas surgiria dez minutos após o descanso, por Jackson Martinez na recarga a um remate ao poste de Silvestre Varela.

Dez minutos volvidos, o FC Porto teve uma oportunidade soberana para se colocar na frente do marcador, contudo, o colombiano que tinha feito o empate desperdiçou um penalti, ao atirar por cima.

Aos 68 minutos, Helton saiu da baliza para resolver uma situação de potencial perigo criada pelos algarvios, com o FC Porto a responder dez minutos depois com nova boa oportunidade. Até final, destaque para várias intervenções de grande dificuldade de Bracalli, que foram fundamentais para que o FC Porto não conseguisse voltar a marcar e se isolasse na liderança do campeonato.

Benfica empata na Choupana

Num partida onde Urreta foi pela primeira vez titular no Benfica, a equipa encarnada viu-se a perder logo aos seis minutos, quando Diego Barcellos inaugurou o marcador. Contudo, os encarnados, que criaram muito perigo aos 14 minutos, por Lima, chegariam ao empate com um auto-golo do moçambicano Mexer, no minuto seguinte.

A partir daí, o Benfica passaram a controlar a partida e aos 29 minutos estiveram muito perto de passar para a frente, mas Gottardi opôs-se de forma excelente ao remate de Rodrigo. A oito minutos do intervalo, a equipa orientada por Jorge Jesus acabaria por chegar à vantagem na marcação de um livre por parte de Urreta, aos 37, sem hipóteses para o guardião madeirense.

No segundo tempo, aos 52 minutos, o Nacional repôs a igualdade por intermédio do angolano Mateus, após cruzamento de Candeias e falha de Keita. Com a entrada de Oscar Cardozo em campo para o lugar de Urreta, o Benfica ficou uma equipa mais agressiva, mas nunca foi muito eficaz perante a organização defensiva da equipa da casa.

Nos últimos minutos da partida, destaque para três expulsões, as primeiras duas a dois minutos do final, quando Cardozo foi expulso com um vermelho direto e Marçal foi admoestado com o segundo amarelo. Já quando se jogava o sexto minuto de descontos, Matic, depois de uma alegada agressão, também recebeu ordem de expulsão, após Pedro Proença lhe ter um mostrado um vermelho direto.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!