Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Liga Zon Sagres: FC Porto bate Beira-Mar e volta a isolar-se provisoriamente

O FC Porto voltou novamente a isolar-se na liderança do campeonato, ao bater o Beira-Mar em Aveiro por 0-2, no jogo que abriu na Sexta-feira a jornada 19 da Liga. Neste sábado, um Sporting muito jovem, com uma média de idades a rondar os 21 anos, venceu em Barcelos por 3-2, em jogo da 19.ª jornada da Liga portuguesa de futebol.

A equipa orientada por Vítor Pereira inaugurou o marcador com um tento do ganês Christian Atsu, aos 34 minutos, que assim se estreou a marcar com a camisola portista. Apesar de algumas ações do aveirense Yazalde, foi o FC Porto que foi sempre a equipa mais dominadora e que acabaria por ampliar a sua vantagem no segundo tempo.

A 17 minutos do final, o colombiano Jackson Martinez confirmou o estatuto de melhor marcador do campeonato com um remate em jeito que fixou o resultado final da partida. Até final, destaque para a expulsão do portista Mangala, que levou o segundo amarelo aos 88 minutos e assim falha a receção ao Rio Ave, tal como Alex Sandro, que completou uma série de cinco amarelos.

Com este resultado, o FC Porto passou a somar 49 pontos contra 46 do Benfica, que recebe a Académica no domingo.

Jovens “leões” conquistam Barcelos

Depois de dois desaires consecutivos, um em Vila do Conde com o Rio Ave e outra em casa com o Marítimo, o Sporting de Jesualdo Ferreira apresentava-se em Barcelos a necessitar de vencer para escapar à zona intranquila da tabela, frente a um Gil Vicente que também precisava dos três pontos para deixar a parte de bai da classificação.

E foram mesmo dois dos jogadores mais jovens a colocar os “leões” com uma vantagem de dois golos aos seis minutos. Logo no primeiro minuto, Bruma, bo coração da área, deu a vantagem à sua equipa, ampliada aos seis minutos, por Tiago Ilori, que respondeu bem de cabeça a um canto apontado por Labyad. Depois da surpresa, a equipa gilista recompôs-se e chegou ao intervalo a perder por apenas um de diferente, depois de Hugo Vieira ter reduzido aos 20 minutos. O mesmo Hugo Vieira bisou no encontro, anotando, aos 53 minutos, o tento da igualdade.

Já numa altura em que a equipa cometia inúmeros erros, o espanhol Diego Capel, recém entrado em campo, anotou o tento que ditaria o triunfo “verde e branco”, aos 63.

Até final, o jogo ficou repartido, com as situações de perigo a sucederem-se nas duas áreas, embora as mais flagrantes tenham pertencido aos locais, que viram Rui Patrício negar-lhews o golo já no tempo de compensação.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!