Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Liga Portuguesa: Sporting vence em Barcelos e isola-se na liderança

O Sporting isolou-se neste domingo no comando da I Liga Portuguesa de futebol, ao vencer em casa do Gil vicente por 2-0, com dois tentos do colombiano Fredy Montero. O avançado colombiano que continua a sua fantástica época, sendo o melhor marcador do campeonato com 13 golos, fez mais dois, plenos de oportunidade, mostrando igualmente pormenores que evidenciam um jogador de eleição. O Sporting, cujos responsáveis vêm dizendo que não é candidato ao título de campeão, não liderava o campeonato sozinho há quase nove anos, desde janeiro de 2005.

A equipa não encanta por aí além com o futebol que pratica, porque opta demasiadas vezes por um jogo mais direto, mas em termos de entrega, alma e motivação, apoiada por uma massa adepta cada vez mais crente e presente, o Sporting é, neste momento, um justo líder, com 29 pontos, mais dois do que FC Porto e Benfica.

O Gil Vicente deu boa réplica, mas a partir dos 61 minutos ficou a jogar com menos uma unidade, por expulsão do central Pek’s (entrada violenta sobre William Carvalho), o que condicionou muito a sua resposta.

O primeiro golo da partida surgiu aos 19 minutos, após um centro de Cedric da direita, a defesa gilista não conseguiu tirar a bola da área, e Montero, com grande astúcia, recebeu-a e subtilmente desviou-a de Adriano com o pé esquerdo.

A supremacia do Sporting, contudo, não era total, porque o Gil Vicente respondeu bem ao golo sofrido, principalmente sob a batuta do experiente César Peixoto. Aos 25 minutos, após mais um canto bem marcado pelo esquerdino, a bola sobrou para Vilela, que, bem dentro da área e sem marcação, rematou à meia volta, mas por cima. O “baixinho” André Martins teve dois bons cabeceamentos (31 e 38) e sobretudo no segundo esteve muito perto do golo, mas foi já na segunda parte, aos 53, que o Sporting desperdiçou uma claríssima ocasião de golo: completamente isolado, Wilson Eduardo rematou muito mal apenas com Adriano pela frente.

O Sporting tinha entrado melhor no segundo tempo, mas esteve muito perto de sofrer o empate, aos 58 minutos, o que não aconteceu porque o guardião “leonino”, Rui Patrício, foi providencial a parar o remate de Paulinho após um grande passe de César Peixoto. E quando o Gil Vicente estava por cima do jogo, ficou reduzido a 10 unidades. Luan desceu para fazer dupla com Danielson e o meio do campo do Gil Vicente perdeu força.

O Sporting tinha agora muito espaço e, depois de mais um rápido contra-ataque, chegou ao segundo golo: remate de Capel, defesa de Adriano, mas para os pés de Montero, que só teve de encostar e fazer o seu segundo golo e o 13.º no campeonato.

O Gil Vicente não desistiu e aos 90 minutos esteve perto de reduzir, mas o remate de Brito bateu no poste.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!