Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Liga portuguesa: FC Porto goleia Olhanense e coloca-se na liderança provisória; Benfica também vence

O FC Porto ascendeu provisoriamente à liderança da Liga portuguesa de futebol ao golear em casa o Olhanense por 4-0. Mais tarde, ainda nesta sexta-feira (20), o Benfica venceu fora o V. Setúbal por 0-2 e alcançou o FC Porto na liderança provisória da Liga.

O FC Porto subiu, esta sexta-feira, à liderança provisória do campeonato ao golear em casa o Olhanense por 4-0, numa partida totalmente dominada pelo tricampeão português. A equipa orientada por Paulo Fonseca cedo começou a criar perigo junto à baliza algarvia, mas o guardião Belec ia evitando o golo como foi o caso quando se opôs a um remate de Varela, aos 19 minutos, e a outro de Licá, aos 22.

À passagem da meia hora, a equipa da casa colocou-se na frente do marcador com um cabeceamento de Mangala após canto de Carlos Eduardo.

No segundo tempo, o brasileiro esteve novamente na origem de um golo da sua equipa ao marcar o canto que Jackson Martinez desviou com sucesso para a baliza de Belec, aos 53 minutos.

Com o avolumar de oportunidades criadas pela equipa portista, foi surpresa que o FC Porto chegou ao 3-0, agora com Carlos Eduardo a marcar, na sequência de um remate em arco de fora da área, aos 82 minutos.

Dois minutos volvidos, o mexicano Herrera fixou o resultado final, que garantiu que o FC Porto acabará pelo menos esta sexta-feira na frente da classificação do campeonato.

Benfica também vence e cola-se na liderança provisória

O Benfica alcançou o FC Porto na liderança provisória da Liga ao vencer no reduto do V. Setúbal por 0-2, numa partida em que os encarnados não conseguiram fazer um remate à baliza adversária na primeira parte.

Provisoriamente com mais um ponto que o Sporting, os encarnados estrearam Oblak a titular na baliza, dada a lesão de Artur, com Jorge Jesus a reaparecer no banco após quatro jogos de castigo.

Perante a incapacidade dos encarnados no primeiro tempo, a melhor oportunidade deste período acabou por pertencer à equipa da casa, mas Luisão opôs ao remate de Miguel Pedro.

No segundo tempo, a formação encarnada precisou apenas de cinco minutos para fazer o primeiro remate à baliza encarnada, mas Gaitan apenas obrigou Kieszek a uma defesa fácil.

Contudo, aos 54 minutos, a equipa orientada por Jorge Jesus colocou-se mesmo na frente do marcador, com num cabeceamento de Rodrigo, após cruzamento de Gaitan.

Aos 66 minutos, os sadinos ainda criaram perigo junto da baliza de Oblak num remate de Pedro Tiba, no entanto, acabaria por ser o Benfica a ampliar a sua vantagem, na conversão de um penalty por Lima, após mão de Dani na grande área.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!