Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Liga Portuguesa: Benfica eficaz vence Sporting e salta para a liderança

Uma vitória pela margem mínima em Alvalade deixou neste sábado o Benfica pela primeira vez no comando do campeonato português de futebol nesta época, a nove jogos do fim. Um golo de Mitroglou bastou para fazer a diferença num jogo em que o Sporting perdeu algumas boas oportunidades de golo.

O Benfica ficou sem o guarda-redes Júlio César no treino da manhã, mas entrou Ederson e os outros dez do costume.

Já Jesus preferiu Ewerton a Naldo e jogou num 4-3-3 com Ruiz e Bruno César a caírem nas alas e no apoio a Slimani, contando ainda com João Mário para aparecer perto do ponta-de-lança. Mas o esquema demorou a funcionar, até porque o Benfica ocupou o campo, impondo um ritmo alto e confundindo as marcações aos adversários.

O Sporting só fez o primeiro remate aos 40 minutos e foi à trave: na sequência de um canto, Jefferson de fora da área acertou um tiro na barra da baliza de Ederson, até aí mero espectador. A partir daí o jogo foi diferente, com maior pendor do Sporting.

O Benfica começou a recuar e a dar espaço até estar mesmo em dificuldades físicas e a perder muito tempo, com lesões sucessivas. Mas salvou os três pontos. O clube da Luz começou melhor, a conseguir chegar mais à frente, impondo um ritmo alto no meio de um jogo pouco claro.

Mais do que jogar bem, os homens de Rui Vitória entraram com ambição e tiveram a sorte de chegar ao golo, num lance em que Samaris rematou de fora da área, a bola ficou entre William e Mitroglou, mas o sportinguista caiu e o grego chegou primeiro que Patrício.

A eficácia benfiquista, que tem sido muito evidente neste campeonato, manifestou-se outra vez – foi praticamente a única oportunidade que a equipa teve em toda a partida. O jogo continuou na mesma até ao tal remate de Jefferson à barra, seguido logo de outro.

O Sporting acabou melhor a primeira parte e voltou melhor, apesar de um bom tiro de Renato ao lado.

Ruiz falhou dois golos fáceis, o segundo é de apanhados, na esteira de outro falhado em Guimarães, e noutra ocasião o costa-riquenho ganhou a bola na área e tentou o chapéu, mas Ederson conseguiu desviar para canto.

Entre os 59 e os 77 minutos os treinadores fizeram as seis substituições – o Benfica para responder ao maior poderio do Sporting e porque tinha muitos jogadores já sem forças e os leões à procura de um golo. Porque os homens do Benfica estavam muito desgastados, mas Jesus não acertou nas substituições – as entradas de Schelotto e Gelson ao mesmo tempo deu cabo de uma equipa que naquele momento estava bem.

Tempo ainda para a expulsão de Adrien, ao protestar uma falta muito dura de Renato sobre Ruiz, o benfiquista viu apenas o amarelo.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!