Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Líder da Renamo expulsa televisão estatal da cobertura de reunião do partido

O líder da Renamo, o maior partido da oposição em Moçambique, Afonso Dhlakama, expulsou neste domingo a equipa da Televisão de Moçambique (TVM), estação estatal, que cobria o Conselho Político da organização, por inviabilizar a visibilidade do movimento.

Afonso Dhlakama, líder da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), ordenou, em plena sessão, que o jornalista e “cameraman” da TVM, da delegação de Sofala, destacados para cobrir o evento, deixassem a sala, por suspeita de “espionagem” e por alegadamente terem ordens para não publicarem as matérias.

“Fiz [a expulsão] por satisfação pessoal e dos membros do partido. Chega de brincadeiras. Eles filmam muito tempo e não tiram nada. Inclusive, já abordei o PCA [presidente do conselho de administração] sobre a situação”, disse Afonso Dhlakama, quando questionado pela imprensa sobre a sua posição.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!