Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Líder da oposição condenada a 15 anos de prisão no Ruanda

Victoire Ingabire Umuhoza, presidente das Forças Democráticas Unificadas (FDU-Inkingi), uma formação política ainda não reconhecida no Ruanda, foi condenada a 15 anos de prisão por várias acusações, incluindo “conspiração contra as autoridades pelo terrorismo e pela guerra”, soube-se, sexta-feira (13), de fonte judicial em Kigali.

Entre outras acusações que pesam sobre ela, há nomeadamente a incitação à violência e a negação e ocultação do genocídio nomeadamente num discurso organizado durante a sua visita ao memorial do genocídio dos Tutsis em Kigali em 2010.

Ingabire é perseguida pela Justiça ruandesa com três outros coacusados, todos antigos oficiais do movimento rebelde hutu das Forças Democráticas para a Libertação do Ruanda (FDLR) dos quais alguns actualmente em detenção no Ruanda pela sua colaboração com grupos “terroristas” para sabotar as instituições republicanas.

Entre estes oficiais rebeldes igualmente condenados pela Justiça ruandesa a penas que vão até cinco anos de prisão figuram os tenentes-coronéis Tharcise Nditurende e Noel Habiyambere, bem como o tenente Jean Marie Karuta.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!