Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Líder da Igreja Universal do Reino de Deus enfrenta a justiça no Brasil

O bispo Edir Macedo, líder religioso da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), e outras três pessoas foram acusados pelo Ministério Público Federal (MPF) de lavagem de dinheiro arrecadado em donativos e de o usarem em proveito pessoal.

As acusações, divulgadas na última segunda-feira pelo promotor público de São Paulo, dizem respeito a 173 milhões de euros, que se suspeita terem sido doados sobretudo por fiéis pobres que frequentavam a IURD. O dinheiro era imediatamente canalizado para fora do país através de redes de contas bancárias offshore e de cambistas, afirma o Ministério Público Federal.

Para além de Edir Macedo, um controverso televangelista, fundador da igreja em 1977, estão também incluídos a directora financeira da IURD, Alba Maria Silva da Costa, o ex-deputado federal João Batista Ramos da Silva e o bispo evangélico Paulo Roberto Gomes da Conceição. Luís Martins de Oliveira, procurador da República e responsável pelo caso, afirmou que os seguidores da IURD foram levados a entregar o dinheiro à igreja devido a “falsas promessas e a ameaças de que a assistência espiritual e económica seria concedida apenas àqueles que fizessem sacrifícios financeiros para a igreja”.

A investigação do Ministério Público também averiguou que a igreja abrira duas contas offshore no início dos anos 1990, nas ilhas Caimão e em Jersey, de forma a encaminhar os donativos para fora do país. Em comunicado, a IURD negou as acusações: “Não podemos falar sobre aquilo que desconhecemos”, disse a igreja. “Mas pelo que pudemos compreender através da imprensa estas são as mesmas velhas acusações que sempre se provaram falsas”.

A Igreja Universal do Reino de Deus, que promove a “teologia da prosperidade”, foi fundada no Norte do Rio de Janeiro e hoje possui uma congregação espalhada pelo mundo inteiro, com cerca de oito milhões de fiéis.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!