Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Líbia diz estar “libertada” no meio de temores de novos distúrbios

Os novos governantes da Líbia declararam o país livre do regime de 42 anos de Muammar Khaddafi, afirmando que o “faraó dos tempos” está agora no lixo da história, e um futuro democrático anuncia-se. Dezenas de milhares lotaram uma praça em Benghazi, segunda cidade líbia, para o ouvir o Conselho Nacional de Transição (CNT) dizer que o país estava completamente libertado.

Mustafa Abdel Jalil, dirigente do CNT, fez uma oração ajoelhado, depois de tomar a palavra e prometer defender a lei islâmica. “Todos os mártires, os civis e o Exército, haviam esperado por este momento. Agora eles estão no melhor dos lugares, no paraíso eterno”, afirmou o líder, junto a seus simpatizantes.

Alguns temem que Jalil enfrente dificuldades para impor o seu comando na frágil aliança revolucionária. Apontam por exemplo a insistência da cidade de Misrata em exibir o corpo do antes homem forte da Líbia três dias depois da sua morte, numa aparente quebra da prática islâmica.

Também há incômodo ao redor do mundo com as imagens perturbadoras veiculadas na Internet de um corpo, que parece ser o de Khaddafi, sofrendo abusos. No entanto, a reação imediata ao anúncio deste domingo foi de festa. “Somos líbios. Mostramos a você quem nós somos, Khaddafi, faraó dos tempos. Você caiu na lata de lixo da história”, afirmou o advogado Abdel Rahman el-Qeesy.

“Declaramos para todo o mundo que libertamos o nosso país amado, com as nossas cidades, vilas, montanhas, desertos e céu”, disse uma autoridade que abriu a cerimônia em Benghazi, lugar onde a revolta teve início em fevereiro e que tem sido a base do CNT.

A multidão balançava a bandeira tricolor. Gaddafi, que havia prometido lutar até o fim, foi achado depois que fugiu de Sirta, o último bastião das suas forças na Líbia. Ele morreu em circunstâncias caóticas. Um vídeo o mostrou ensanguentado, sem conseguir resistir, nas mãos dos que o capturaram.

Com grandes reservas de petróleo e gás, a Líbia tem potencial para se tornar um país próspero, mas há o risco de rivalidades regionais levarem a mais violência no país, minando o poder do CNT.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!