Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Libertados marinheiros estrangeiros raptados na Nigéria

Os seis marinheiros estrangeiros raptados a 17 de Fevereiro corrente por presumíveis piratas no Estado meridional nigeriano de Bayelsa, na região petrolífera do Delta do Níger, foram libertos sãos e salvos, anunciou, Terça-feira a Polícia.

Os seis homens dos quais três Ucranianos, dois Indianos e um Russo, foram libertos segunda-feira à noite sem pagamento de resgate.

O comissário da Polícia estadual, Kingsley Omire, declarou aos jornalistas em Yenagoa, a capital, que nenhum resgate foi pago para obter a libertação desses expatriados. «Eles foram libertos sãos e salvos e nenhum resgate foi pago para obter a sua soltura», indicou.

O seu rapto deu-se quando os bandidos atacaram a sua embarcação, o petroleiro MV Armada Tuah 101, pertencente ao Century Group of Companies, uma empresa de manutenção das infraestruturas petrolíferas.

Os raptores contactaram a empresa e exigiram o pagamento de um resgate de 200 milhões de nairas (cerca de um milhão 300 mil dólares americanos). Os raptos seguidos de pedido de resgate tornaram-se muito frequentes no sul da Nigéria.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!