Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Le Guen ‘não fez corretamente seu trabalho’, critica Roger Milla

A lenda camaronesa do futebol, Roger Milla, líder da equipe que chegou às quartas de final da Itália, em 1990, considerou na quarta-feira que a eliminação dos ‘Leões Indomáveis’ no Mundial foi culpa do treinador Paul Le Guen, que “não fez corretamente seu trabalho”. “A falta de disciplina, de organização e de preparação” são as causas da eliminação de Camarões, explicou Milla em Johannesburgo, presente no país para a campanha “Um golo: educação para todos”.

“Há três anos que escrevo nos Camarões que é preciso prestar atenção porque o Mundial prepara-se com mais tempo. Não se pode esperar o mês anterior ao Mundial para se preparar”, acrescentou. “Acho que com Camarões ele não tinha realmente ambição de chegar o mais longe possível. Hoje, Camarões está decepcionado porque a equipe foi eliminada, quando tínhamos a chance de derrotar Japão e Dinamarca, mas foi um fracasso total”, disse o ex-astro africano.

“Se a equipe que jogou contra a Dinamarca (derrota 2-1) tivesse começado contra o Japão (derrota 1-0) talvez hoje estivéssemos classificados. Precisamos ser honestos e dizer as coisas, porque o povo camaronês precisa saber a verdade: nosso treinador não fez exatamente seu trabalho corretamente”, afirmou Milla.

Milla criticou o francês Paul Le Guen por não ter colocado uma equipe melhor em campo. “A segunda equipe que enfrentou a Dinamarca foi montada pelos jogadores e não é normal para um treinador”, ressaltou. “Com Samuel Eto’o não tenho problema algum”, afirmou, para evitar novas polémicas com o atacante do Inter de Milão.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!