Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Lar 3 de Fevereiro em Nampula humilha estudantes

Mais de 100 alunos que frequentam o Lar do Instituto Industrial e Comercial 3 de Fevereiro, em Nampula, em regime de internato, dormem no chão, passam fome e sede, desde 01 de Dezembro, alegadamente por a Frelimo ter perdido as Eleições Autárquicas realizadas naquele dia em virtude de terem sido anuladas a 20 de Novembro passado após a exclusão da candidata do partido PAHUMO, Filomena Mutoropa.

Os estudantes pagam uma taxa mensal de mil meticais. Entretanto, eles ficam privados de comida, colchões e água supostamente por ordens da direcção do Instituto como forma de puni-los, alegadamente por não terem votado no candidato da Frelimo, Absalão Siueia.

Não se sabe de que forma a direcção está certa de que os estudantes não votaram na Frelimo nem como é que descobriu tal situação. Apurámos que antes de os alunos serem privados das condições que asseguram a sobrevivência de um ser humano, a direcção informou que eles deviam retirar-se dos quartos porque a instituição iria encerrar as portas. No entanto, os motivos para tal não foram avançados.

No dia 03 de Dezembro, os instruendos surpreenderam-se quando os seus pertences foram recolhidos e deixados ao relento. O sofrimento agravou-se quando os alunos foram proibidos de buscar água nas torneiras da Escola Secundária de Nampula, que se localiza próximo do lar. Neste momento, os educandos “mendigam” água nos bairros. Sobre este assunto, não foi possível ouvir a versão da directora do Lar porque, segundo soubemos no local, desde a preparação das eleições passadas não se faz presente no seu local de trabalho.

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!