Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
Publicidade

Lançado Compêndio Nacional de Estatísticas Ambientais

Moçambique conta desde segunda-feira com um Compendio Nacional de Estatísticas Ambientais. O Compendio, formalmente lançado pelo Primeiro-Ministro (PM), Aires Ali, tem por objectivo aprofundar o conhecimento sobre o uso e gestão dos recursos naturais, bem como assegurar o desenvolvimento económico e sustentável do país.

O documento é o primeiro elaborado pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE) e o Ministério da Coordenação Ambiental (MICOA) com vista a integrar os assuntos ambientais nos inquéritos, censos e noutros documentos de índole ambiental que possam alimentar futuras publicações, como também trazer dados que ajudem a avaliar as perdas e ganhos na área do ambiente. Falando na ocasião, o PM reconheceu que as questões ambientais são, pela natureza, transversais envolvendo vários sectores do Aparelho do Estado, Sector Privado, organizações da sociedade civil e comunidades rurais e urbanas, exigindo assim “que tenhamos urgência na nossa acção em busca de soluções para os mesmos”.

Ali destacou a importância das estatísticas ambientais, afirmando que elas ajudam a avaliar a situação do ambiente no país, para alem de ser um elemento que indica o melhor caminho na tomada de decisões que concorram para o desenvolvimento sustentável de Moçambique. O PM disse que todos os moçambicanos, individual e colectivamente, têm a sua responsabilidade social e ambiental, dai que, segundo Ali, “queremos, através da utilização da informação constante neste documento, transformar a vida de milhões de moçambicanos”.

O lançamento deste compêndio ocorre num momento em que em Moçambique são visíveis os impactos nefastos do fenómeno de mudanças climáticas, que se manifestam através das cheias e secas cíclicas, ciclones tropicais com um impacto devastador na vida das populações, seus bens e nas próprias infraestruturas sociais, económicas e culturais.

Para além do PM, tomaram parte no lançamento do documento com cerca de 300 páginas, a Ministra do Ambiente, Alcinda Abreu, o Presidente do INE, João Loureiro, membros do corpo diplomáticos, entre outros convidados.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!