Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Lançada em Maputo “maior” organização de universitários do mundo

Lançada em Maputo “maior” organização de universitários do mundo

A capital moçambicana, Maputo, acolheu na última quarta-feira o lançamento oficial da Associação Internacional de Estudantes de Ciência Económicas (AIESEC), considerada maior organização de estudantes universitários no mundo. Esta agremiação, que conta com 50 mil membros em 107 países, tem por objectivo estimular a descoberta e o desenvolvimento do potencial de liderança dos seus membros com impacto positivo na sociedade. O Ministro moçambicano da Educação, Zeferino Martins, disse na ocasião que a presença da AIESEC em Moçambique traz valor acrescentado ao país.

“A experiência da AIESEC em estimular liderança nos jovens, habilidades multifuncionais, autoconhecimento, eficiência e habilidade de pensar globalmente e aplicar localmente, constitui para o país um valor acrescentado tendo em conta que o povo moçambicano elegeu a pobreza como o alvo a combater” defendeu. A associação em Moçambique tem como presidente honorário o antigo Presidente da República, Joaquim Chissano, que durante a cerimónia referiu que “os jovens moçambicanos devem estar preparados para uma competitividade não só a nível nacional e regional, mas também ao nível global, daí a importância das organizações internacionais como a AIESEC se implantarem no país”.

A AIESEC conta com o patrocínio do Standard Bank, Mcel, Ernst and Young, entre outras instituições empresariais. De referir que a iniciativa de expansão das actividades da AIESEC para o país teve início em meados de Outubro de 2009. A AIESEC actua em iniciativas de integração de estudantes universitários no meio corporativo, projectos envolvendo o sector não corporativo, consciencialização de jovens para temas sociais. Por outro lado, a AIESEC trabalha no desenvolvimento de programa de intercâmbios profissional, que consiste em receber jovens estrangeiros a estagiarem em organizações moçambicanas e o envio de estudantes universitários nacionais para estágios internacionais.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!