Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

La Liga: Villa e Messi dão volta ao resultado frente ao Sevilha; Real sofre mas vence Deportivo

O Barcelona manteve a liderança destacada da Liga Espanhola, ao bater o Sevilha por 2-1. Os catalães estiveram a perder, mas David Villa e Messi deram a volta ao resultado na segunda metade. O Real Madrid sofreu, este sábado, para vencer por 1-2 no terreno do Deportivo da Corunha, o “lanterna vermelha” do campeonato, conseguindo apenas dar a volta ao resultado no segundo tempo.

O Barcelona sofreu, este sábado, para vencer na receção ao Sevilha, isto dias depois do desaire no reduto do AC Milan, que pôs em causa a sua permanência na Liga dos Campeões.

A equipa catalã, que persegue o quarto título em cinco épocas e que tem provisoriamente 15 pontos de avanço sobre o At. Madrid, viu-se a perder a dois minutos do intervalo, graças ao golo de Bótia. Contudo, na segunda metade, a formação de Tito Vilanova deu rapidamente volta ao resultado, chegando ao empate por David Villa, aos 52 minutos, e colocando-se na frente, aos 60, com um tento do inevitável Lionel Messi.

Desta forma, o avançado argentino marcou o seu 38º golo na prova, ficando com mais 15 que o português Cristiano Ronaldo, que ficou em branco, na vitória também difícil do Real Madrid no terreno do Deportivo da Corunha.

Real Madrid sofre para vencer no reduto do “lanterna vermelha”

Em poupanças para o clássico de terça-feira com o Barcelona, o Real Madrid só conseguiu garantir o triunfo diante do Deportivo com um golo aos 88 minutos.

Perante uma equipa “merengue” em poupanças para o clássico de terça-feira com o Barcelona para a Taça do Rei, a equipa galega adiantou-se aos 35 minutos por Riki, tendo falhado várias oportunidades até ao intervalo.

A perder, José Mourinho colocou de assentada Cristiano Ronaldo, Ozil e Khedira em campo na tentativa de dar a volta ao resultado, o que viria a acontecer, mas apenas na parte final da segunda metade.

Primeiro foi Kaká a empatar, aos 73 minutos, com Higuain, a passe de Cristiano Ronaldo, a fazer o golo da vitória, quando faltavam apenas dois minutos para o final da partida.

Mesmo em cima do final, destaque para a expulsão do ex-jogador do Benfica Angel Di Maria por acumulação de cartões amarelos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!