Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

La Liga: Atlético de Madri vence e segue líder; Barcelona e Real também ganham

O Atlético de Madri continuou firme no caminho de um surpreendente título do Campeonato Espanhol quando a cabeçada de Raul García garantiu a vitória de 1 x 0 dos líderes em casa sobre o sétimo colocado Villarreal neste sábado. O Barcelona também ganhou, 3 x 1 sobre o Real Betis, com dois golos de pênalti de Lionel Messi, e continua um ponto atrás do Atlético de Madri. Sem Cristiano Ronaldo, o Real Madrid também se manteve na perseguição aos seus mais diretos adversários, ao vencer na deslocação ao terreno da Real Sociedad por 0-4.

O Atlético jogou sem o artilheiro Diego Costa e Arda Turan, ambos contundidos, mas despachou o Villarreal em um desempenho eficiente, embora morno, diante dos seus adeptos, empolgados com a melhor campanha do clube desde que conquistou a liga espanhola pela última vez em 1996.

García conferiu de cabeça na sequência de um pontapé de canto de Koke aos 14 minutos em um Calderón lotado e aguentou a pressão do Villarreal no segundo tempo. O clube da casa somou 79 pontos em 32 das 38 partidas, três a mais que seu desempenho na temporada passada, quando terminou em terceiro.

O argentino Diego Simeone, técnico do Atlético, transformou o clube num autêntico candidato a títulos na Espanha e na Europa desde que assumiu no final de 2011, apesar de o clube ter cerca de um quinto dos recursos dos rivais Barça e Real Madrid, os clubes mais ricos do mundo em rendimentos.

Atlético e Barça disputam a partida da 2a mão dos quartos de final da Liga dos Campeões em Madri na quarta-feira depois de ficarem num empate de 1 x 1 na terça passada. Eles também defronta-se em Barcelona no último dia de jogo da liga espanhola.

Bis de Messi

O argentino Lionel Messi voltou a estar em destaque ao assinar dois dos golos dos catalães, ambos na sequência de grande penalidades, se bem que no segundo golo este apenas tenha acontecido na recarga ao penalty.

Messi inaugurou o marcador ao quarto de hora, depois de Jordi Figueras ter travado Alexis Sanchez na grande área, tendo o argentino desperdiçado uma boa oportunidade aos 42 minutos num remate que passou perto do poste.

Aos 67 minutos, Figueras ampliou a vantagem dos catalães ao marcar na própria baliza, golo a que o Bétis respondeu, dois minutos depois, com um tento de Ruben Castro.

A quatro minutos do final, Messi, na conversão de nova grande penalidade, permitiu ao defesa do guardião do Bétis, mas não falhou na recarga, apesar de o guarda-redes dos sevilhanos ainda ter tocado na bola antes de ela entrar na baliza.

Real sem Ronaldo

Com o internacional português a descansar, os merengues chegaram à vantagem aos 45 minutos graças a um golo de Asier Illaramendi.

No segundo tempo, a formação orientada por Carlo Ancelotti consolidou a sua vantagem, com golo de Gareth Bale, aos 67 minutos.

Nos últimos cinco minutos, o Real Madrid marcou por duas vezes, a primeira por Pepe aos 85 minutos e depois de Alvaro Morata, a dois minutos do final.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!