Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Kenmare tenciona duplicar produção em Moma

A companhia mineira irlandesa, Kenmare Resources, tenciona duplicar a sua produção actual de titânio na mina de Moma, localizada na província de Nampula, Norte de Moçambique, anunciou na segunda-feira o seu director geral, Michael Carvill. Citado pela agência noticiosa “Reuters”, Carvill disse que a sua companhia já está a trabalhar para a expansão da sua produção em Moma, actualmente calculada em cerca de 700.000 toneladas.

Segundo Carvill, prevêse uma escassez de titânio no mercado mundial a partir do ano de 2011, razão pela qual a Kenmare tenciona aumentar a sua produção para cobrir o défice. “Não existem razões para não expandir, expandir e expandir a produção à medida que a demanda for aumentando …nós esperamos produzir mais do que o dobro daquilo que estamos a produzir actualmente”, disse Carvill.

Por isso, o director geral da Kenmare disse que a sua companhia já está a elaborar um novo estudo para a sua expansão, cuja conclusão está para breve. Segundo Carvill, a Kenmare está a registar um forte crescimento na demanda, aliado ao facto de muitas minas que ainda se encontram operacionais em várias partes do mundo estarem a beira do fim do seu ciclo de vida, razão pela qual coloca-se o desafio de preencher o vazio no mercado de titânio e, por seu turno, isso vai conduzir a um aumento de preços.

“Esperamos uma pequena subida de preços em 2010, mas a partir de 2011/2012 prevemos uma escassez de titânio”, disse Carvill, para de seguida acrescentar “a demanda está directamente associada ao crescimento económico mundial … e já começamos a notar isso através dos inquéritos dos consumidores”. A mina de Moma, que possui uma das maiores reservas de areias pesadas do mundo, atingiu o seu ponto crítico de vendas, ou seja o montante de vendas necessário para cobrir os custos totais, em Maio de 2009.

Refira-se que a mina de Moma possui actualmente uma capacidade instalada para produzir cerca de 800.000 toneladas por ano de ilmenite, incluindo 47.000 toneladas de zircão e 18.000 de rutilo, equivalente a cerca de sete por cento da demanda mundial.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!