Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Justino Cardoso expõe “Quatro povos uma só luta” no Museu Nacional de Etnologia

O artista gráfico da província de Nampula, Justino Cardoso, expõe, esta sexta-feira (21), no Museu Nacional de Etnologia, uma banda desenhada intitulada “Quatro povos uma só luta”, composta por 150 pranchas sobre vários temas. A obra inclui também uma história sobre a infância do Arquitecto da Unidade Nacional, Eduardo Mondlane, e a luta desencadeada pela Frelimo durante o período da colonização, no primeiro capítulo.

O segundo capitulo retrata a história secular de Angola e a fundação do Movimento Popular de Libertação de Angola, em 1956. A última parte da obra aborda a vida e obra de Amílcar Cabral, do PAIGC, e as lutas pelas independências de Cabo Verde e Guiné-Bissau.

De acordo com Justino Cardoso, a exposição pretende mostrar a história das lutas pela independência de Moçambique, Angola, Guiné-Bissau e Cabo Verde, como forma de assinalar o 38º aniversário da independência de Moçambique, na próximo terça-feira (25). O trabalhado foi feito em quatro anos e o seu desejo é traduzir a exposição em livro.

A fonte lamentou o facto de os estudantes da cidade de Nampula não terem o hábito de visitar as suas obras. A exposição estará aberta ao público por um tempo indeterminado, no Museu Nacional de Etnologia, mas mais tarde será exibida nos distritos de Angoche e Nacala-Porto. Enquanto isso, uma cópia do material será exibido em Angola.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!