Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Julgamento dos gestores da ex-Ómega adiado na Zambézia

O Tribunal Judicial da Cidade de Quelimane, na província da Zambézia, adiou para 24 de Junho próximo, pela quarta vez consecutiva, o julgamento dos gestores da Ómega, antiga empresa de segurança privada, que estava marcado para esta terça-feira (27).

Os dirigentes da referida firma são indiciados de abandono de 250 trabalhadores, em 2009, por razões pouco claras e sem nenhuma indemnização. Os lesados entendem que os sucessivos adiamentos são orquestrados pelo antigo director da companhia, Francisco Oliveira, supostamente para manipular os magistrados no sentido de o caso não ter nenhum desfecho.

Em 2011, segundo os funcionários, 45 colegas foram expulsos sem motivos perceptíveis. Nessa altura, o tribunal procedeu ao julgamento, tendo a sentença sido fixada a favor dos empregados. A empresa admitiu ter cometido erros e prometeu ressarcir cada trabalhador mas isso não passa de uma letra-morta. Por sua vez, o tribunal não está a fazer nada para pressionar os visados a honrarem com os seus compromissos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!