Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Jovens detidos por rapto e violação sexual em Gaza

Dois indivíduos de 21 anos de idade encontram-se a contas com a Polícia da República de Moçambique (PRM), em Gaza, acusados de raptar uma criança de 12 anos de idade, a qual foi mantida em cativeiro e abusada sexualmente.

O caso aconteceu no distrito de Guijá, concretamente no povoado de Maimane, no posto administrativo de Nananze, onde a miúda foi forçada a manter cópula com um dos indiciados.

A casa onde a vítima era mantida em cativeiro pertence a um dos implicados, o qual nega ter participado na violação sexual.

Contudo, o outro visado assumiu o crime, mas defendeu-se alegando que não sabia de que tal prática era ilícita, uma vez que a rapariga era supostamente sua namorada.

Aliás, o jovem disse a jornalistas e à Polícia que a progenitora da rapariga sabia da suposta relação amorosa entre ele a miúda.

“Um dia a moça dormiu na minha casa e a mãe dela veio buscá-la porque sabia o que se passava entre nós”, disse e acrescentou que só ficou a saber que se envolver com uma menor de idade é crime quando uma pessoa próxima de si o alertou sobre a situação.

A PRM, em Gaza, tomou conhecimento da situação através de uma denúncia popular, no dia 25 de Agosto passado, segundo o porta-voz Edgar Juvane. Este disse que a miúda foi submetida a exames médicos e confirmou-se que houve estupro, por isso, os acusados deverão responder pelos seus crimes.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!