Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Jovem moçambicana detida na Índia por tráfico de drogas

Uma cidadã de nacionalidade moçambicana, identificada pelo nome de Joana Samuel Hunguana, foi detida na passada terça-feira (18) pelas autoridades alfandegárias no aeroporto Rajiv Gandhi, em Nova Deli, na Índia, sob suspeita de tráfico de drogas.

Segundo a edição online do jornal Times of India, a moçambicana de 28 anos de idade foi detida na noite de segunda-feira (17), após ter chegado a capital indiana num voo doméstico e quando tentava embarcar para Abu Dhabi num voo da Etihad, devido a suspeita de transportar substância proibidas na sua bagagem.

“Quando abrimos a bagagem de Hunguana, na presença dela, encontramos 20 quilos de um narcótico identificado como Cetamina, embrulhado em pacotes em polythene e depois embrulhado em vestuário” afirmou um agente das Alfândegas indianas, citado pelo jornal Times of India.

Segundo a Wikipédia a Cetamina é uma droga dissociativa usada para fins de anestesia, com efeito hipnótico e características analgésicas. Conhecido medicamento para uso humano e veterinário a cetamina é muitas vezes consumida por causar efeitos psicotrópicos.

Após ser detida a moçambicana foi submetida a interrogatório e afirmou que a mala contendo as drogas havia sido entregue por um irmão seu em Nova Delhi. Na presença de agentes da polícia Joana telefonou para o alegado irmão que imediatamente desligou a ligação telefónica.

As autoridades policiais procuram averiguar a proveniência das drogas após terem apurado que a moçambicana esteve na cidade de Hiderabad, conhecida pela existência de uma grande indústria de drogas proibidas.

Joana Hunguana foi presente a um juiz que confirmou a sua prisão.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!