Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Jornalista Francisco Esteves vence Prémio John Hopkhis University

O Jornalista Francisco Esteves, do Jornal O Autarca, venceu na terça-feira o Prémio John Hopkhis University, destinado a profissionais de comunicação social baseados na Província de Sofala, Centro de Moçambique, que privilegiam abordagens de matérias relacionadas com o hiv sida.

Francisco Esteves venceu o segundo prémio com o trabalho relacionado com uma mulher que conseguiu evitar relações extra-conjugais perante situação de impotência sexual do cônjuge; uma história que ilumina como as mulheres em situação de crise podem evitar a perca de honra, prestigio e dignidade na comunidade, bem como o risco de perder o lar e de contrair o hiv sida. Trata-se de um trabalho jornalístico publicado na edição número 1977, de 02 de Julho corrente, e foi amplamente elogiado pelos colegas no momento da sua apresentação que valeu o segundo lugar do concurso. O prémio consistiu na distinção do jornalista no seio dos colegas e valeu-lhe cinco mil meticais.

O primeiro prémio, no valor de Sete mil meticais foi atribuído ao jornalista da Rádio Moçambique Amílcar Cassamo e o terceiro e último coube a Mário Ussene, da Rádio Comunitária do Dondo. No entanto, muitos colegas expressaram-se a favor da a tribuição do primeiro prémio ao trabalho elaborado pelo jornalista Francisco Esteves, tendo lamentado que tal não tenha acontecido por decisão unilateral da coordenadora dos projectos da John Hopkhis University em Sofala, Maria Tanque que resistiu aos argumentos apresentados pelo coro segundo os quais o trabalho em referencia foi melhor e de longe imbatível.

Do concurso participaram igualmente vários outros jornalistas de quase todos os órgãos de comunicação social baseados na Província de Sofala. Esta é a segunda vez que Francisco Esteves vence o Prémio John Hopkhis University, tendo da primeira, em 2009, arrebatado a terceira posição. Em 2008, Esteves venceu o grande Primeiro Prémio Misa Moçambique na categoria do Ambiente, tendo recebido uma estátua de elefante e valor correspondente a Mil e Quinhentos Dólares Norte Americanos.

Francisco Esteves, trinta e oito anos de idade, nascido e residente na Cidade da Beira, iniciou a pratica do jornalismo no Jornal O Autarca em 1998. Já colaborou igualmente para vários outros jornais nacionais, nomeadamente o Diário Electrónico Correio da Manha, editado em Maputo; e os semanários Zambeze e Publico ambos também editados em Maputo.

Em 2006, na companhia de outros colegas que também iniciaram a prática do jornalismo no Jornal O Autarca, participou da fundação do semanário electrónico Pungue, que se editava nesta Cidade da Beira, propriedade da AJIS – Associação de Jornalistas Independentes de Sofala, fundada em 2004. em 2008 foi eleito para o corpo directivo do Núcleo Provincial de Sofala do Misa Moçambique, onde ocupa o cargo de Oficial de Informação da organização.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!