Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Jornadas científicas trans-disciplinares: Universidade Politécnica investe na investigação

Jornadas científicas trans-disciplinares: Universidade Politécnica investe na investigação

Foto de Fim de SemanaA Escola Superior de Gestão, Ciências e Tecnologias (ESGCT), uma unidade orgânica da Universidade Politécnica, anunciou, na quinta-feira, 31 de Outubro, na cidade de Maputo, os vencedores da segunda edição das jornadas científicas trans-disciplinares.

Trata-se de Sameer Suleimane Sidat, graduado recentemente em economia, que foi o maior vencedor, 15 mil meticais, com o tema “Impacto das taxas de câmbio sobre a exportação de principais produtos agrícolas no período 2005 até 2015”.

Para o vencedor, a escolha do tema tem que ver com o significado da agricultura em Moçambique, por ser um sector com enormes potencialidades, terras férteis e verdes e também pelo historial do país na área da agricultura.

Por sua vez, a dupla chefiada por Nelma Chongo e Cacilda Nhatitima, estudantes do curso de engenharia civil, nesta universidade, amealhou o segundo lugar, e recebeu um valor simbólico de 10 mil meticais. Justificando a escolha do tema “A Aplicação do Betão em Estruturas Especiais” e, o estudo do caso da Ponte Maputo–Katembe, sustentou tratar-se de um assunto actual.

O empreendimento, a ser brevemente inaugurado, constitui a maior ponte do continente africano, com uma extensão de aproximadamente 700 metros de betão em vão suspenso.

“Quisemos estudar o processo de produção e aplicação e os cuidados a ter para a produção deste betão. Eu aprendi o que deve ser feito numa situação de presença alcalina e neste caso foi usado o inibidor da penetração alcalina evitando a corrosão da armadura e a fissuração no futuro”, frisou Nelma Chongo. “Agradecemos o apoio e o encorajamento dos docentes da Universidade Politécnica, porque nem pensávamos em participar. Fomos convidados a falar especificamente da ponte. Os estudantes devem aceitar estes desafios para aprofundar mais o conhecimento”.

Nalva Bucuane Gomes, estudante do curso de ciências jurídicas, foi a terceira classificada, e vencedora de 5 mil meticais, tendo apresentado o tema “A extradição e, a entrega do cidadão no âmbito do Direito Internacional Público e o Tribunal Penal Internacional.

Para Nalva Bucuane Gomes foi interessante apresentar e discutir este assunto, porque mexe com tudo o que é esfera jurídica. “Não tive a oportunidade de extravasar, mas sinto-me satisfeita. A extradição é um tema importante. O meu tema era mais com o intuito de clarificar o que é a extradição e os seus pressupostos”, disse Nalva, dedicando o prémio ao seu tutor do curso.

Por sua vez, Sandra Brito, directora da ESGCT, referiu que a introdução das jornadas científicas trans-disciplinares visa consciencializar os estudantes da importância da pesquisa e da necessidade de terminarem o trabalho para submissão ao jurado.

A escola, conforme ressalvou Sandra Brito, está a investir muito na investigação, porque pretende ver a Universidade Politécnica a atingir lugares cimeiros no ranking das universidades africanas e até mundiais, através da qualidade dos trabalhos e teses finais.

Importa referir que a presente edição das jornadas-científicas juntou 23 proponentes, dos quais foram seleccionados 16 para a fase final, que culminou com a escolha dos três vencedores.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!