Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Jordânia enforca dois militantes iraquianos em resposta a morte de piloto

A Jordânia enforcou dois jihadistas iraquianos nesta quarta-feira, um homem e uma mulher, em resposta ao vídeo do Estado Islâmico que mostra um piloto jordaniano a ser queimado vivo pelo grupo militante radical.

O Estado Islâmico havia exigido a libertação da mulher, Sajida al-Rishawi, em troca por um refém japonês que posteriormente foi decapitado.

Condenada à morte em 2005 por envolvimento em um ataque a bomba suicida em Amã, Rishawi foi executada ao amanhecer, disseram uma fonte da área de segurança e a televisão estatal.

A Jordânia, que faz parte da coligação liderada pelos Estados Unidos para realizar ataques aéreos contra o Estado Islâmico, prometeu vingar a morte do piloto jordaniano Muath al-Kasaesbeh, que foi capturado em dezembro após a queda de seu caça F-16 no nordeste da Síria.

A Jordânia também executou um importante membro da Al Qaeda que estava preso no país, Ziyad Karboli, um iraquiano condenado à morte em 2008.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!