Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Japão apoia Moçambique a preservar florestas

O governo do Japão vai desembolsar um total de 700 milhões de Ienes japoneses (cerca de sete milhões de dólares norte-americanos) para apoiar a implementação do programa de preservação das florestas em Moçambique.

Para o efeito, o Ministro moçambicano da Agricultura, Soares Nhaca, e o Embaixador japonês no país, Susumu Segawa, rubricaram, hoje, em Maputo, um acordo destinado a formalizar esta parceria. Falando momentos depois da assinatura do acordo, o Embaixador nipónico disse que, no âmbito desse apoio, Moçambique vai beneficiar de tecnologia de ponta ligadas ao ambiente bem como de experiência e habilidades na preservação de florestas.

“O programa ‘Preservação das Florestas’ tenciona assistir o Governo da República de Moçambique na aquisição de equipamentos e serviços urgentes e necessários para enfrentar a situação de mudanças climáticas no sector de florestas”, disse Susumu Segawa. Por seu turno, o Ministro da Agricultura enalteceu a importância deste projecto, considerando que se enquadra nos esforços dos dois países (Moçambique e Japão) na mitigação de efeitos das mudanças climáticas e na promoção do acesso às energias limpas.

“Moçambique tem sido assolado por ciclones, vendavais, cheias e as suas florestas sofrem o efeito da actividade agrícola e exploração madereira, sendo por isso necessário que o país se capacite para preservar as florestas e garantir a sua utilização sustentável”, disse o governante. Este apoio enquadra-se no programa de duplicação da Assistência Oficial do Japão ao Desenvolvimento para Africa, uma decisão tomada na quarta conferência internacional de Tóquio sobre o Desenvolvimento de Africa.

Por outro lado, o Japão concedeu este financiamento no âmbito da iniciativa de Hatoyama destinada a reforçar o apoio do governo nipónico aos países em vias de desenvolvimento na componente das mudanças climáticas. Este apoio vai perdurar até 2021. Assim, o Japão irá prestar apoio financeiro, incluindo financiamento privado, a este grupo de países, num valor total aproximado de 1,750 trilião de Ienes (cerca de 17,5 biliões de dólares).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!