Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Japão apoia Moçambique a preservar florestas

O governo do Japão vai desembolsar um total de 700 milhões de Ienes japoneses (cerca de sete milhões de dólares norte-americanos) para apoiar a implementação do programa de preservação das florestas em Moçambique.

Para o efeito, o Ministro moçambicano da Agricultura, Soares Nhaca, e o Embaixador japonês no país, Susumu Segawa, rubricaram, hoje, em Maputo, um acordo destinado a formalizar esta parceria. Falando momentos depois da assinatura do acordo, o Embaixador nipónico disse que, no âmbito desse apoio, Moçambique vai beneficiar de tecnologia de ponta ligadas ao ambiente bem como de experiência e habilidades na preservação de florestas.

“O programa ‘Preservação das Florestas’ tenciona assistir o Governo da República de Moçambique na aquisição de equipamentos e serviços urgentes e necessários para enfrentar a situação de mudanças climáticas no sector de florestas”, disse Susumu Segawa. Por seu turno, o Ministro da Agricultura enalteceu a importância deste projecto, considerando que se enquadra nos esforços dos dois países (Moçambique e Japão) na mitigação de efeitos das mudanças climáticas e na promoção do acesso às energias limpas.

“Moçambique tem sido assolado por ciclones, vendavais, cheias e as suas florestas sofrem o efeito da actividade agrícola e exploração madereira, sendo por isso necessário que o país se capacite para preservar as florestas e garantir a sua utilização sustentável”, disse o governante. Este apoio enquadra-se no programa de duplicação da Assistência Oficial do Japão ao Desenvolvimento para Africa, uma decisão tomada na quarta conferência internacional de Tóquio sobre o Desenvolvimento de Africa.

Por outro lado, o Japão concedeu este financiamento no âmbito da iniciativa de Hatoyama destinada a reforçar o apoio do governo nipónico aos países em vias de desenvolvimento na componente das mudanças climáticas. Este apoio vai perdurar até 2021. Assim, o Japão irá prestar apoio financeiro, incluindo financiamento privado, a este grupo de países, num valor total aproximado de 1,750 trilião de Ienes (cerca de 17,5 biliões de dólares).

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!