Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Itália perde com o Egipto e complica qualificação para semi finais da Taça das Confederações

O Egipto venceu a Itália por 1-0 e fez história no futebol mundial ao tornar-se na primeira equipa africana a vencer a squadra azzurra. Um golo de Homos, aos 40 minutos, na sequência de um canto de Aboutrika, garantiu o feito, assinalado esta quinta-feira, na segunda jornada do grupo B da Taça das Confederações.

Depois das muitas dificuldades criadas ao Brasil na ronda inaugural, na passada segunda, e que o 4-3 final bem espelhou (uma grande penalidade convertida por Kaká aos 90 minutos assegurou a vitória dos canarinhos), o Egipto mostrou frente aos campeões do mundo que a derrota não passou de um acidente de percurso.

A selecção egípcia entrou determinada a vencer, pressionou a Itália desde o apito inicial e nem a lembrança da polémica gerada no final do encontro com o Brasil foi suficiente para atrapalhar a equipa da casa. Foram mais e melhores as oportunidades dos egípcios na primeira parte, que, através de excelentes movimentações na frente, sobretudo de Aboutrika e Zidan (que sairia lesionado) souberam levar a sua avante.

O golo, ainda que de bola parada, surgiu com naturalidade, mas também com alguma demérito dos azzurri, já que De Rossi esqueceu-se que tinha Homos por perto, o autor do cabeceamento que fulminou a baliza de Buffon, na sequência de um canto de Aboutrika. Na segunda parte, os papéis inverteram-se, mas sem que o marcador sofresse alteração.

A Itália mostrou porque é a campeã do mundo em título e o Egipto teve no guarda-redes El Hadary a grande figura. Defendeu tudo o que havia para defender – que o diga Iaquinta – e ainda teve nos postes dois aliados de peso.

Os 15 remates dos italianos, sete direitinhos à sua baliza, contrastam com os apenas cinco dos egípcios, porém, só contam aqueles que entram.

Com este resultado a Itália perde terreno para o Brasil (seis pontos), adversário da terceira e última jornada do grupo B, enquanto o Egipto, com os mesmos três pontos, defronta os Estados Unidos (sem qualquer ponto).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!